Mês: julho 2019

Saiba como foi a evolução e história da maquina de tatuagem

evolução da maquina de tatuagem

Se você chegou até esse artigo, com certeza está querendo saber como foi a evolução e história da maquina de tatuagem, então leia por completo esse artigo e tira suas conclusões.

Principal ferramenta de trabalho de um tatuador, a maquina de tatuagem teve uma incrível evolução ao longo da história. Há milhares de anos, a maquina de tatuagem obviamente não era elétrica. Dez da época das agulhas egípcias feitas de madeira, o kit tailandês que se usava madeira e ossos de animais, tivemos um avanço incrível para as máquinas elétricas que conhecemos nos dias atuais.

Foram muitas mudanças ao longo do tempo. Convidamos você para seguir conosco nessa viagem no tempo e conhecer como se originou toda essa evolução. Quando e como surgiu as primeiras tatuagens? Como aconteceu a evolução das maquinas de tatuagem ao longo do tempo? Vamos abordar esses e outros assuntos ao longo desse artigo.

Quando e como surgiu as primeiras tatuagens

As tatuagens fazem parte da história de diversos povos ao longo do tempo. Chineses, egípcios, polinésios, maoris e muitos outros povos antigos utilizavam a tatuagem com diversos significados e finalidades, como: marcação de criminosos, virilidade, status, ritos de passagem, defesas misticas ou simplesmente como um jeito de mudar seus corpos.

Os registros mostram que as primeiras tatuagens se originaram entre os anos de 3370 e 3100 antes de Cristo com a descoberta de Ötzi, a múmia do Similaun, um fóssil humano encontrado nos Alpes, que contia centenas de tatuagens.

Antes de lançarem a maquina elétrica, as primeiras tatuagens era feitas por meio de instrumentos pontiagudos feitos de ossos, bambu e pedra. Assim, eles conseguiam realizar a aplicação de tinta vegetal ou carvão nas camadas da pele. Ponto por ponto, o desenho era realizado.

As formas de elaboração das tatuagens eram muito dolorosos e ofereciam grandes riscos de infecção para as pessoas que faziam tatuagem.

Os primeiros passos dos avanços das máquinas de tatuagem

Os avanços das maquinas de tatuagem começaram no ano de 1820, quando o dinamarquês Hans Christian Orsted apresentou a teoria de que a corrente elétrica induzia campos magnéticos. Porém, a comprovação dessa teoria aconteceu apenas uma semana depois, por André-Marie Ampère, que serviu de base para estudos de Faraday, Maxwell e Hertz.

No ano de 1825, foi a vez de Willian Sturgean adicionar suas contribuições científicas. Ele percebeu que, ao enrolar um fio de cobre em volta de um núcleo de ferro, era possível aumentar o campo eletromagnético, o efeito foi chamado de eletroímã.

Evolução da caneta elétrica

Uma nova fase na evolução da maquina de tatuagem se deu a partir do ano de 1876, quando Thomas Edson patenteou um dispositivo chamado de caneta elétrica, que funcionava movido por um motor. Thomas Edson prosseguiu seus estudos, em 1877, apresentou uma nova versão da caneta, desta vez movido por bobinas que geravam o movimento necessário.

Essa caneta tinha a função de copiar documentos por meio de perfuração do papel, fazendo o contorno do que era desejado pelo operador. Os modelos de Thomas Edson serviram de inspiração para a nova- iorquino Samuel F. O’Reilly, que adicionou agulhas múltiplas, mudou todo o sistema de tubos e adicionou um reservatório de tinta, permitindo a movimentação das agulhas e oscilação da maquina.

As máquinas de tatuagem atuais

Nós não estaríamos errados em dizer que a arte da tatuagem tem dois tempos, como: antes das máquinas e depois das máquinas. Apesar da tatuagem manuel ainda ser apreciadas, é visível a facilidade, qualidade e popularidade que as tatuagens tiveram após a criação das maquinas elétricas.

Bem mais potentes, leves e fácil de manusear, as maquinas podem ser personalizadas com itens de acordo com o gosto do tatuado. O desejo de muitos tatuadores, as máquinas assinadas pelo fabricante italiano Lauro Paolini apresentam qualidades e design diferenciados.

Atletismo

Atletismo é a prática esportiva mais antiga, que é conhecida como esporte-base. Isso porque as suas modalidades compreendem os movimentos mais comuns para as pessoas desde a Antiguidade: corrida, lançamentos e saltos.

Trata-se de uma prova de resistência muito importante. É o principal esporte olímpico, conforme expressa a frase que circula nesse meio: “Os Jogos Olímpicos podem acontecer apenas com o Atletismo. Nunca, sem ele.”.

As provas de atletismo são realizadas em estádios, no campo, em montanha e na rua. A pista de atletismo oficial deve ser feita com piso sintético e ter 8 raias, cada uma medindo 1,22 m de largura.

História

O atletismo surgiu como esporte na Grécia Antiga em 776 a.C., ano que a primeira Olimpíada da história foi realizada, na cidade de Olímpia.

Chamada de stadium pelo gregos, Coroebus foi o vencedor da prova cujo percurso tinha 200 m.

No entanto, registros apontam que há cerca de 5 mil anos ele já era praticado no Egito e na China.

O formato moderno do atletismo data do século XIX, na Inglaterra, e conta com as seguintes provas oficiais:

  • Corridas: rasas, com barreiras, com obstáculos
  • Marcha atlética
  • Revezamentos
  • Saltos
  • Arremesso e Lançamentos
  • Combinada

Em cada uma dessas provas há um total de 20 modalidades diferentes. Tais modalidades se diferenciam, por exemplo, pelo tamanho dos percursos e equipamentos utilizados.

O atletismo é uma modalidade olímpica cuja responsabilidade está a cargo da Associação Internacional de Federações de Atletismo, fundada em 1912 em Londres. O esporte está entre os favoritos para os ingleses.

No Brasil, a organização das competições está a cargo da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT).

O esporte ficou conhecido no Brasil no século XX. Em 1952, Adhemar Ferreira da Silva conquistou a primeira medalha de ouro em salto triplo para o Brasil, o que aconteceu nos Jogos de Helsinque, na Finlândia.

Corridas: rasas, com barreiras, com obstáculos

atletismo
Atletas disputando corrida de atletismo

As corridas podem ser de curta distância ou tiro rápido e seu percurso pode variar entre 100 e 3 000 m.

As corridas rasas mais curtas são de 100 m e as mais longas são de 10 000 m.

As corridas com barreiras podem ser de 110 m e 400 m, enquanto as de obstáculos são de 3 000 m.

Essas são as distâncias para provas de adultos, tanto de homens como de mulheres.

Nas corridas, a partida tem início com o tiro de largada. Segundo a regra, o atleta que partir antes do tiro é desclassificado.

Marcha Atlética

corrida
Atletas disputando prova de marcha atlética

A marcha atlética pode ser de 20 000 m ou de 50 000 m para o gênero masculino, mas somente de 20 000 m para o gênero feminino.

A regra diz que os atletas devem correr sem tirar totalmente os pés do chão. Há árbitros ao longo do percurso que verificam o cumprimento das regras e advertem os atletas, os quais podem ser eliminados após três advertências.

Revezamentos

atletas disputando prova
Atletas disputando prova de revezamento

As provas de revezamento são duas para ambos os gêneros: 4×100 m e 4×400 m. São realizadas entre equipes, cada qual com 4 atletas.

A regra é: cada um desses atletas faz ¼ da prova. Ao fim do seu percurso, o atleta entrega um bastão para o atleta seguinte.

Saltos

saltos
Atleta disputando prova de salto em altura

A prova de salto pode ser feita em duas modalidades: em salto vertical e em salto horizontal.

As provas de salto vertical compreendem salto em altura e salto com vara.

De acordo com a regra, no salto em altura, os atletas correm e saltam de costas sobre uma barra horizontal.

No salto com vara, o comprimento das varas mede entre 2,80 a 3,40 m tanto para homens como para mulheres.

Para realizá-las, os atletas correm 20 metros e, tomando impulso com uma vara flexível, saltam sobre uma barra. O objetivo é não derrubar o sarrafo, nome dado à barra.

Após os saltos verticais os atletas são amparados por um colchão.

As provas de salto horizontal compreendem salto em distância, ou de comprimento, e salto triplo.

No salto em distância, os atletas correm e saltam quando chegam à marca estabelecida. No chão de areia fica a marca para medir a distância obtida.

No salto triplo, o atleta dá dois saltos antes do salto final na caixa de areia.

Arremesso e Lançamentos

arremesso e lançamentos
Atleta disputando prova de lançamento de dardo

Dentre as provas de arremesso e lançamentos existem os seguintes tipos: lançamentos de peso, martelo, disco e dardo.

O peso dos materiais lançados varia entre os gêneros masculino e feminino.

No arremesso de peso, a esfera pesa 7,26 kg na modalidade masculina e 4 kg na modalidade feminina, tal como o martelo.

A regra diz que, com apenas uma mão, os atletas jogam o peso, ou o martelo, o mais longe que conseguem.

Os discos são de 2 kg para os homens e de 1 kg para as mulheres. Os dardos, por sua vez, são de 800 g para os homens e de 600 para as mulheres.

No arremesso de discos, os atletas giram o corpo e lançam o disco para longe.

Combinada

Decatlo é a prova dos homens, enquanto heptatlo é o nome da provas das mulheres.

O decatlo compreende as seguintes provas: 100, 400 e 500 metros, corrida com barreiras, saltos em distância, em altura e com vara, arremessos de peso, disco e dardo.

O heptatlo compreende as seguintes provas: 100, 200 e 800 metros, saltos em distância e em altura, arremessos de peso e dardo.

Conforme as regras, nas provas combinadas, as equipes somam pontos na medida em que vão vencendo as provas.