Mês: setembro 2019

Arte e Ofícios

arte e oficios

A cultura brasileira tem sido muito influenciada pelos portugueses, índios, africanos, europeus e colonos do Oriente Médio e da Ásia. Historicamente, o artesanato tem recebido pouco reconhecimento como forma de arte no Brasil. No entanto, nas últimas décadas tem vindo a ganhar popularidade por celebrar a cultura local e restaurar as tradições.

Naturalmente criativo, o povo brasileiro valoriza a importância de cultivar uma tradição familiar e uma forma de arte que tem sido transmitida de geração em geração.

O papel dos artesãos está ganhando mais importância na economia brasileira. a indústria está a dar a muitas mulheres de baixo rendimento uma oportunidade de se tornarem empresárias e melhorarem as suas condições econômicas familiares.

Tradição Nacional

É interessante notar que as artes e ofícios podem ser encontrados em todo o país e diferem de região para região.

Talha

No nordeste do Brasil, muitas técnicas de esculpir e esculpir madeira foram herdadas dos escravos africanos. Os jesuítas portugueses também passaram habilidades na escultura e pintura de figuras religiosas em madeira. Originalmente, eles encorajaram seus nativos convertidos nas técnicas, mas hoje outros praticam a arte. Demografia ligações externas A técnica também é encontrada no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Cerâmica

No nordeste do Brasil, figuras religiosas também são feitas em argila. Eles serão encontrados em Tracunhaém, perto de Recife. Outro lugar onde a cerâmica é ainda mais famosa é o Alto Da Moura, perto de Caruaru. As duas cidades estão no Estado de Pernambuco.

Os potes de cerâmica também são feitos na região Amazônica e eles vêm em vários estilos.

cerâmica

Tecido

O Ceará, no norte, é famoso por suas rendas, e peças bonitas são vendidas em todo o Brasil. Em outras partes do Norte, redes e outros itens tecidos podem ser encontrados. A rede é, naturalmente, um item doméstico típico.

Nas zonas meridionais onde a imigração europeia era mais pesada, podem ser vistos muitos trajes tradicionais. O trabalho de couro, embora não confinado ao sul, pode ser encontrado em qualquer região onde o gado é criado.

Instrumentos

Os instrumentos mais populares são os relacionados com a música africana, especialmente a mão e os tambores de fricção, como o zabumba, cuíca e reco reco, e o berimbau (usado para a capoeira). Mais uma vez, o melhor lugar para olhar é no nordeste, onde a herança africana é mais forte.

Loja

Outra embarcação do Nordeste são imagens feitas em garrafas com areias coloridas. Lençóis, Bahia e Natal, Rio Grande do Norte, são bons lugares para comprá-los.

Cesta

Na Amazônia, uma grande variedade de matérias-primas estão disponíveis para fazer cestas, redes, redes, redes, estropos para o transporte de bebês, Máscaras e adornos corporais. Também no nordeste, as cestas vêm de todas as formas e tamanhos, especialmente na Bahia, Pernambuco e Paraíba.

Artesanato

artesanato

Locais turísticos tradicionais, as feiras de artesanato são uma atração especial para aqueles que visitam as cidades brasileiras e querem aprender um pouco sobre sua arte e cultura.

Feira da Torre: Ponto de encontro de muitos moradores de Brasília, com barracas de artesanato, móveis, joalharia misturando madeira e sementes, linho de cor clara ou roupas de tecido de algodão, pratos típicos e o tradicional faturamento frito com suco de cana.

São Cristóvão Fair: A Feira de São Cristóvão, no Rio de Janeiro, é uma excelente opção para fazer compras, comer e divertir-se.

Com quase 700 Tendas, oferece produtos como artesanato, tecidos e alimentos para regar a boca, e o melhor, no sulco dos ritmos Nordeste, como forró. Liberdade Feira: Inaugurada em 1975, a Feira Oriental da Liberdade (como também é conhecido), em São Paulo, foi criado com o objetivo de apresentar o trabalho de imigrantes orientais e mostrar um pouco mais da cultura Japonesa para aqueles que estão passando.

A seção de alimentos é uma das mais visitadas e oferece muitas delícias chinesas e japonesas, e, claro, cozinha brasileira.

Caruaru Fair: A cidade de Caruaru, a 123 km de Recife, em Pernambuco, é conhecida por uma das maiores festividades de junho do mundo, mas também por ter uma das feiras mais tradicionais do país.

Realizada por mais de 200 anos, compreende inúmeras Tendas coloridas espalhadas por mais de dois quilômetros nas ruas da cidade, oferecendo uma grande variedade de produtos artesanais populares, como chapéus de todos os tecidos e tamanhos, cestos, argila e objetos de cerâmica, entre outros.

Uma das atrações que atrai centenas de pessoas para a feira é também a cozinha. A feira oferece aos visitantes alimentos regionais como os feitos de carne grelhada e cabra, além de ervas medicinais, frutas e legumes.

Há também seções onde você vai encontrar roupas, sapatos, sacos, panelas, móveis e, se você tiver sorte, você vai encontrar algumas performances de bandas de Fife (conjunto de instrumentos de percussão e vento) e guitarristas