Autor: Debi

Aposentadoria como herança: como lidar com a pensão por morte?

aposentadoria

Lidar com a aposentadoria de quem faleceu pode gerar grandes dúvidas para os familiares mais próximos. Afinal, ela se encerra ou não? É estendida para filhos e dependentes? Como as previdências públicas e privadas lidam com essa situação? Leia mais a seguir.

Que a aposentadoria é um direito constitucional muito desejado, todos sabem. No entanto, as suas regras vêm sendo alteradas constantemente com o tempo. A última reforma da previdência, ocorrida em 2019, escancarou isso de maneira contundente.

Afinal, segundo matéria do G1, um levantamento do IBGE feito em 2018 mostrou que de cada 1 para 4 brasileiros, em 2060, será idoso.

Apesar desse dado destacado na reportagem, muitos antigos contribuintes podem falecer. A pergunta que muitos familiares fazem é: como fica a situação da aposentadoria nesse caso? Ela fica suspensa ou não? Se houver dependentes, ela deve ser compartilhada com eles? Como as previdências lidam com isso? Enfim, muitos questionamentos sobre essa situação.

Segundo a própria constituição brasileira de 1988, a pensão por morte é um benefício assegurado a “homem ou mulher, ao cônjuge ou companheiro e dependentes”, conforme o artigo 201.

Além disso, a reforma da previdência de 2019 alterou alguns itens relacionados a esse direito, o que será também discutido ao longo deste texto.

Com tantas mudanças e preocupações diárias, as pessoas muitas vezes não têm muito tempo para pesquisar sobre o que mudou ou não. Para não dependerem de uma previdência cuja interferência do governo é muito forte, muita gente tem buscado investir o seu dinheiro na previdência privada, que tem sido vista como uma alternativa mais flexível que a social.

 Assim, entenda neste artigo como lidar com a pensão após a morte do contribuinte e elimine de vez as suas dúvidas sobre esse assunto de vez. Boa leitura!

O que é a pensão por morte?

 Garantida constitucionalmente, a pensão por morte é um benefício que dá suporte aos familiares mais próximos que sejam dependentes do aposentado ou do contribuinte falecido.

Esse amparo também vale para contribuintes ativos, ou seja, os que ainda não se aposentaram. Além disso, o benefício é liberado independentemente da quantidade de contribuições que já tenha sido feita e não pode ser menor que um salário mínimo ou maior que o teto previdenciário, que hoje é de R$ 6433,57.

Apesar disso, o contribuinte, no momento do óbito, deverá estar em dia com as contribuições ao INSS, ou, pelo menos, ter gozado do período de graça, que se refere ao tempo em que, mesmo demitido, o trabalhador era ainda considerado um contribuinte. Geralmente, esse período pode variar de 3 meses a 3 anos, conforme a Lei de Benefícios.

Quem recebe a pensão por morte?

A pensão por morte pode ser recebida pelos filhos, até os seus 21 anos completos. Aqueles que são inválidos (pessoas que não conseguem trabalhar por velhice ou enfermidade) ou que possuam algum tipo de deficiência mental, intelectual ou alguma que seja grave poderão ter os benefícios de modo vitalício.

Além deles, o benefício pode ser recebido pelos cônjuges (seja a esposa, seja o esposo) e companheiro ou companheira (no caso de união estável). Segundo o Uol, “cônjuge divorciado ou separado judicialmente que recebia pensão alimentícia” também possui o direito ao benefício.

Caso o contribuinte não tenha nenhum dos parentes acima, a pensão é transferida para os pais do contribuinte falecido, se estes estiverem vivos e comprovarem dependência financeira.

Caso contrário, o benefício poderá ser pedido pelos irmãos do falecido, sendo estes menores de 21 anos ou que possuam algum tipo de deficiência mental ou invalidez, ambos comprovando dependência econômica.

 Quais os valores da pensão por morte?

Segundo o Uol, a reforma da previdência alterou os cálculos do valor da pensão.

Para quem era aposentado, “a pensão será de 50% do valor da aposentadoria mais 10% para cada dependente, limitada a 100%. Uma viúva ou um viúvo sem outros dependentes, por exemplo, receberá 60%. Se são dois dependentes, o valor sobe para 70%, e se três, pula para 80%, até o limite de 100% para cinco ou mais dependentes”, conforme matéria.

Já para os dependentes dos contribuintes, “é considerado 60% da média salarial calculada com todos os salários de contribuição desde julho de 1994 com acréscimo de dois pontos percentuais para cada ano de pagamentos ao INSS que exceder 15 anos de contribuição (mulheres) ou 20 anos de contribuição (homens), até o limite de 100%”.

A partir daí, a divisão será a mesma para os dependentes, isto é, 50% mais 10% para cada um. Além disso, para os que morreram durante o trabalho, “as cotas serão aplicadas sobre 100% da média salarial. O mesmo se o dependente for inválido ou tiver grave deficiência intelectual ou mental”, explica a matéria.

A pensão por morte pode ser paga por quanto tempo?

Nos casos em que o contribuinte falecido deixou cônjuges, companheiros ou dependentes divorciados ou que recebiam pensão alimentícia:

  • Durante 4 meses: Nos casos em que a morte do contribuinte ocorrera antes de completar 18 meses de contribuição mensal, ou se o casamento ou união estável foi instituído num período menor que dois anos da morte;
  • 3 anos: Dependente com menos de 21 anos;
  • 6 anos: Dependente entre 21 e 26 anos;
  • 10 anos: Dependente entre 27 e 29 anos;
  • 15 anos: Dependente entre 30 e 40 anos;
  • 20 anos: Dependente entre 41 e 43 anos;
  • Pensão vitalícia: A partir de 44 anos.

E como fica a previdência privada?

O pagamento da herança variará de acordo com a situação do plano. Segundo a Onze, “Se o titular falecer na fase de acumulação, o valor acumulado no plano é transferido para os beneficiários sem passar por inventário.” Já na fase de recebimentos de benefícios, que também não precisa de inventário, há uma série de nuances a depender da modalidade de renda escolhida pelo titular da previdência.

Se ele escolheu:

  • Renda vitalícia: o saldo restante fica com a seguradora;
  • Renda vitalícia reversível ao beneficiário indicado: o beneficiário escolhido fica com o restante da renda vitalícia;
  • Renda vitalícia reversível ao cônjuge com continuidade aos menores: O cônjuge passa a receber a renda vitalícia. Em caso de falecimento dele, a renda passa a ser destinada aos filhos até a maioridade deles;
  • Renda vitalícia com prazo mínimo garantido: A renda só será garantida aos beneficiários ou herdeiros caso a morte aconteça antes do prazo estabelecido ou dentro dele, senão a seguradora deterá o restante do dinheiro;
  • Renda mensal por prazo certo: A renda será paga aos beneficiários ou herdeiros legais até o prazo determinado;
  • Renda temporária: O restante da renda permanece com a seguradora e não é partilhado.

Além disso, a fintech aborda que não há muitas regras para ser beneficiário de um regime de previdência privada.

Basta o contribuinte indicar qualquer pessoa como seu dependente direto no caso de morte. No entanto, isso é pode ser um risco, pois caso o contribuinte tenha algum herdeiro, este pode se sentir lesado e entrar na justiça.

“Portanto, sempre que possível, priorize descendentes, ascendentes e cônjuge ou companheiro na escolha dos beneficiários, evitando destinar, através de sua previdência privada, mais de 50% de seu patrimônio total a beneficiários que não sejam herdeiros.” Orienta a Onze.

Como colocar seu site na primeira página do Google gratuitamente?

site

Hoje em dia, para se informar sobre um produto, obter um número de telefone, o endereço de uma loja ou para comprar um produto, a primeira coisa que as pessoas fazem é pesquisar no Google.

E se seu site aparece na primeira página, vai ter muito mais visibilidade e consequentemente, vender mais.

Talvez você se pergunte: por que vale tanto a pena aparecer na primeira página? Simplesmente porque a primeira página concentra 92% do tráfego para o seu site.

Agora, o caminho pode ser longo, mas se você souber aplicar as técnicas certas, esse processo vai ser mais fácil e os resultados mais rápidos.

E é justamente isso que vamos mostrar aqui!

Aparecer na primeira página do Google: quais as vantagens para a sua empresa?

Não sei se você sabe, mas a primeira página do Google representa mais de 92% dos cliques quando alguém faz uma pesquisa.

Já a segunda página, recebe menos de 5% dos cliques, e isso vai diminuindo na página seguinte, na outra página…

Assim, se o seu site não aparece na primeira página do Google, é como se a sua empresa não existisse.

Funciona como uma prateleira de supermercado. O que mais chama a atenção são os produtos que estão logo na frente e não aqueles escondidos.

Ou seja, se o seu site é mais visível, vai ser mais acessado por potenciais clientes, e as chances de escolher a sua empresa são muito maiores.

Veja algumas vantagens:

  • Aumentar a visibilidade do seu site;
  • Gerar o engajamento com o seu conteúdo;
  • Atrair um tráfego qualificado;
  • Aumentar o número de conversões;
  • Mostrar a autoridade e reputação da sua empresa;
  • Ganhar a confiança do seu público.

Como posicionar meu site na primeira página do Google?

Então, existem basicamente duas maneiras para colocar seu site na primeira página do Google:

  • Criando publicidade no Google Ads;
  • SEO.

Essas duas técnicas, embora diferentes, utilizam praticamente os mesmos mecanismos, como a definição de palavras-chave e conteúdos que despertem a atenção da sua audiência.

Os resultados no Google Ads são mais rápidos, só que os anúncios são pagos. Ao contrário do SEO, que vai demorar mais um pouco, mas você não vai ter que pagar nada, sendo uma estratégia que vai funcionar a longo prazo.

Vamos tentar resumir cada uma dessas técnicas para ranquear melhor o site da sua empresa.

1.Como aparecer na primeira página do Google com o Google Ads

Na verdade, a maneira mais rápida de se posicionar na primeira página do Google é pagar por um anúncio.

Basicamente, você cria anúncios que são exibidos como links patrocinados no topo dos resultados de pesquisa para aquele produto ou serviço.

É preciso criar uma lista de palavras-chave relacionadas com o produto, e você só paga quando alguém clica no anúncio.

Se você não tem muita paciência, o Google Ads é uma excelente maneira de gerar rapidamente tráfego qualificado para o seu site.

Apenas lembre-se que se não tem anúncio, sua empresa não aparece.

2.Como aparecer na primeira página do Google gratuitamente com o SEO

A grande vantagem do SEO em relação ao Google Ads é que os resultados são permanentes.

Ou seja, aplicando as técnicas corretas e regularmente, o site da sua empresa tem grande chance de estar sempre na primeira página go Google gratuitamente.

SEO significa otimizar o seu site para os mecanismos de pesquisa, no caso aqui, o Google.

É praticamente impossível listar todas as técnicas aqui, mas vamos mostrar algumas delas:

1.Escolher boas palavras-chave

Boas palavras-chave são aquelas que seus potenciais clientes digitam quando estão pesquisando.

E é melhor escolher palavras-chaves relacionadas com o seu nicho de mercado.

Às vezes, é melhor focar em palavras-chave mais longas e menos procuradas.

3.Título atrativo

O primeiro contato do cliente com o seu site é com o título.

Por isso, pense algo atrativo e que inclua a palavra-chave.

A ideia aqui é que só pelo título, o leitor já queira clicar e assim, vai conhecer mais os seus produtos e/ou serviços.

3.Conteúdo bem elaborado

O ideal é que o conteúdo seja claro, objetivo, informativo e principalmente, desperte o interesse de quem acessa o seu site para querer saber mais.

Além disso, tome muito cuidado no momento de inserir as palavras-chave, para que não sejam colocadas aleatoriamente no texto, mas naturalmente incorporadas.

Quando você tem um conteúdo interessante, aumenta muito a chance de outros blogs inserirem backlinks grátis direcionados para o seu site.

Isso quer dizer que o que você escreveu agrega valor para os leitores desses blogs, e o Google leva muito em consideração na hora da classificação de um site a quantidade de links.

Talvez hoje seja uma das maneiras mais fáceis de ranquear um site no Google.

4.Site responsivo

Hoje em dia, a maioria das pessoas acessa a Internet através de smartphones e tablets, e o Google privilegia um site que seja adaptado aos dispositivos móveis.

É importante que a navegação seja fácil e que mesmo em uma tela menor, seu cliente encontre tudo o que precisa, da mesma forma que faria através de um computador.

Preste também atenção ao tempo de carregamento da página, principalmente porque as pessoas querem tudo rápido e não têm tempo de ficar uma página carregar.

5.Criar uma página no Google Meu Negócio

O Google Meu Negócio é uma das melhores ferramentas para as empresas.

É um método simples e rápido para que seu site apareça na primeira página do Google para as pesquisas locais.

Veja algumas dicas para otimizar seu perfil no Google Meu Negócio:

  • Atualize sempre as informações;
  • Colocar fotos do seu site;
  • Publicar novidades;
  • Adicionar produtos e serviços.

Essas foram apenas algumas maneiras para otimizar o seu site, e com certeza, funcionam.

É claro que aparecer no topo da primeira página do Google requer trabalho e tempo, mas tenha em mente que é umas das melhores coisas que você pode fazer hoje.

Vivemos na era digital e é quase que obrigatório que ter um site na Internet, e melhor ainda, quando aparece logo na primeira página do Google.

Jovem Aprendiz Banco do Brasil, Bradesco e Caixa, Aprenda Como se Inscrever

O Banco do Brasil não tenho um projeto jovem aprendiz, ele tem dois. Um deles é o programa jovem aprendiz, tradicional que você já ouviu falar, e o outro é o Programa Aprendiz BB. BB é a sigla de Banco do Brasil. Qual é o ponto positivo nisso tudo? O ponto positivo é que o programa dura dois anos. São dois anos tendo vale refeição, plano de saúde, vale transporte e ao mesmo tempo uma boa remuneração.

Leia Também: Vagas Jovem Aprendiz: Conheça as Melhores Empresas Para Trabalhar e Como Enviar o Currículo

Vai ter o teu dinheiro para fazer aquilo que você quiser sem ter que pedir aquele dinheirinho para o papai ou para mamãe. Vai ser dono do próprio nariz. Pois bem, vou falar de cada um destes programas para vocês porque são programas diferentes, idades diferentes e eu comento e trago tudo aqui para vocês. Eu anotei algumas coisas que eu não posso deixar de falar para vocês. Mas vamos lá, vamos ver o que é que tem de benefício embora eu já falei alguma coisa. No caso do “Aprendiz BB“, ok, você vai ter um salário mínimo por mês.

Você vai ter esses 200 reais de vale alimentação, vale transporte e plano de saúde. Uma falha que as pessoas cometem ou não entendem, que cria confusão é nessa questão do vale transporte. Tem gente que vai procurar vaga na cidade vizinha pensando que o banco vai pagar para ele. O que? O transporte de uma cidade para a outra. E isso não ocorre. O banco paga a circular, o ônibus coletivo, para você circular dentro da cidade. Então não tem jeito. Se na tua cidade não tem um programa implantado, eles não pagam para você ir a outra cidade. Ok? Então fique bem atento a isso daí. É dessa maneira que funciona o Vale Transporte.

Para você fazer parte desse programa que eu estou dizendo, e estamos conversando agora sobre o “Aprendiz BB” de Banco do Brasil, esse aprendiz BB você tem que entrar nele já com 15 anos completos. Entendido? “Ah mas eu completo 15 anos daqui uma semana. Posso?” Turma, você tem que conversar com a empresa que está fazendo a seleção. Ela que vai dizer se vai aceitar ou se não vai aceitar. Eu não tenho como saber, mas o que o banco deixou bem claro? Ele só aceita quem tem 15 anos completos. Porém você não pode ter completado 16 anos.

Jovem Aprendiz Caixa Econômica

Aconselhamos que você procure a agência mas da caixa econômica federal mais próxima da sua casa e se informe pergunte ao gerente como funciona o processo de contratação dos jovens aprendizes naquela agência e diga que você tem interesse em fazer parte da equipe dele então isso irá demonstrar que você tem interesse de trabalhar ele irá repassar essas informações a você, também pode conversar com outras pessoas que já trabalharam como jovem aprendiz na caixa

e se informar, não deixe de procurar essas informações, si não você irá jogar aí né pela janela uma boa oportunidade pois o aprendizado é muito muito grande que você vai ter fazendo parte da equipe da caixa econômico federal isso pessoal é não pense que o programa de aprendizagem se resume apenas no período que você irá trabalhar ali pois conforme a amizade que você for fazê-lo nem a troca de experiência com os funcionários alguns já efetiva efetivado pela própria caixa econômica

Você irá abrir novas portas para você então se você está trabalhando hoje você vai conhecer pessoas e essas pessoas poderão indicar você uma nova possibilidade e mais à frente então é isso que eu queria mostrar para você como chegar nessa página aqui como localizar essas instituições aqui nessas entidades conveniadas da caixa econômica então não desanime entre em contato mesmo procure se informava até a caixa econômica

Jovem Aprendiz Bradesco

O Bradesco é uma das empresas privadas que participam do programa. Fundado em 1943, o Banco é considerado, desde 2012, pela consultoria Brand Finance, como uma das empresas mais valiosas da América Latina. O objetivo do programa é abrir a porta do mercado de trabalho para os jovens.

Quem quiser concorrer a uma das vagas do jovem aprendiz Bradesco, deve primeiro, preencher alguns pré-requisitos. Parte disso é, tenha entre 16 e 22 anos de idade e tenha disponibilidade para uma carga de seis horas por dia.

O programa funciona da seguinte forma. A empresa privada disponibiliza um percentual de suas vagas para aprendizes de acordo com a lei de aprendizagem. Para também seguir a meta de responsabilidade social é necessário colocar alguns pré-requisitos, que são aprovados pelo governo.

O pagamento da bolsa e os benefícios são feitos pelas instituições. O governo arca com os cursos profissionalizados em algumas instituições cadastradas. O objetivo disso é abrir a porta do mercado de trabalho para os jovens que busquem a primeira e a qualificação profissional.

Devo fazer o registro ou matrícula para o aprendiz Jovem Bradesco?

Sim, para concorrer a algumas das vagas é necessário realizar uma inscrição. Isso pode ser feito por meio do site do Bradesco, em uma área reservada para o jovem aprendiz.

As empresas contratações estão fazendo exigências aos perfis dos menores aprendizes que querem contratar. Para participar de processos seletivos, os estudantes devem se inscrever em instituições como:

  • ESPRO;
  • CIEE;
  • IEL.

As vagas estão todas disponíveis no banco de dados dessas instituições. A boa notícia é que os jovens interessados podem fazer o seu registro através da internet. Lá, você tem acesso a vagas de jovem aprendiz, que são as vagas abertas para apresentar seu currículo, recebendo todas as informações, quantidade de horas diárias para iniciar sua carreira no programa aprendiz.

Essas agências parceiras ainda fornecem alguns cursos de especialização para preparar melhor os jovens. Vagas abertas para jovens aprendizes te introduzem no mundo do trabalho, seja em um salário mínimo, influenciando a formação profissional em alguns casos também no aprendizado para os jovens.

Fonte: Classificados de Emprego

bombar instagram

Dicas exclusivas para bombar no Instagram em 2021

Está pensando em comprar seguidores Instagram para bombar ainda mais nessa rede social em 2021?

Chegou ao artigo certo, pensamos em dicas exclusivas para que seja possível ter ainda mais sucesso no Instagram em 2021.

Todos os anos recursos novos são adicionados, mudanças nos algoritmos acontecem e por isso você deve estar atualizado sobre tudo isso.

Trabalhar com as redes sociais não é uma tarefa fácil, exige sempre leituras e atualizações em tendências.

Confira só as dicas exclusivas que preparamos para você que deseja bombar Instagram em 2021.

Instagram em 2021 – O que fazer para o sucesso?

1 – Descubra os reels, nova ferramenta do Instagram 

Um dos recursos mais novos e mais interessantes do Instagram que você pode usar não é outro senão o chamado Instagram Reels. 

Com este recurso, você pode gravar vídeos curtos, editá-los, adicionar efeitos e selecionar sua música favorita. 

O resultado lembra muito os vídeos TikTok, extremamente populares na Internet. 

Até agora, milhões de usuários experimentaram e amaram os Reels e sua popularidade só vai aumentar,por isso, crie os melhores vídeos que puder e estimule curtidas e interações no Instagram para potencializá-los.

Como se trata de uma ferramenta nova e que o Instagram deseja que se popularize a cada dia, o algoritmo está priorizando as contas que usam e abusam desse recurso.

O momento de aproveitar sem dúvidas é agora.

2 – Saiba quem é o seu público

Essa estratégia específica não é diretamente de criar conteúdo, mas sim conhecer os usuários que você vai atingir. 

Se você comprar seguidores no Instagram, terá mais usuários em sua comunidade. 

No entanto, você também precisa atrair usuários interessados ​​em seu conteúdo. 

Para fazer isso, você precisa descobrir do que eles gostam e que tipo de postagens gostariam de ver. Além disso, ao especificar seu público, você aprenderá informações importantes sobre eles, como quando estão ativos na plataforma.

Essa é uma dica presente em diversos artigos sobre Instagram em 2021 que temos, é realmente muito importante e por isso estamos sempre mencionando.

3 – Promova sua conta do Instagram em outras redes sociais

Todos os mega influenciadores que têm milhões de seguidores têm mais do que uma conta no Instagram.

A maioria deles tem uma página de sucesso no YouTube ou utiliza o resto da mídia social para promover suas contas no Instagram. S

e você seguir essa estratégia, começará a aumentar todas as suas comunidades online e, ao mesmo tempo, direcionará o tráfego dessas comunidades para o seu Instagram. 

A única coisa que você precisa fazer é repassar seu conteúdo em outras plataformas de mídia social e pedir a seus seguidores para conferir seu perfil.

Essa não é uma estratégia nova, ou seja, não surgiu no Instagram em 2021, mas é uma estratégia indica que até hoje continua funcionando muito bem e por isso entra nessas dicas.

4 –  Atualize a qualidade do seu conteúdo

Nas redes sociais, sempre há espaço suficiente para melhorar a qualidade do seu conteúdo. 

Essa estratégia é óbvia, embora muitos influenciadores a esqueçam. 

Assim que conseguem um grande número de seguidores, eles param de tentar melhorar seu conteúdo.

No longo prazo, isso pode se tornar a causa da perda de popularidade e seguidores. 

Se quiser evitar isso, você tem que atualizar seu equipamento (pensando na melhor qualidade de fotos e vídeos) e sempre tentar fazer suas postagens o mais chamativas possível. 

A qualidade do conteúdo é uma dica para o Instagram em 2021e em todos os próximos anos.

O algoritmo cada vez mais coloca o conteúdo como prioridade, tanto que quanto mais tempo o usuário fica na publicação, mais o Instagram entende que o seu conteúdo tem relevância.

Um desafio e tanto se reinventar, por isso estar dentro das tendências e atualizações é extremamente necessário.

5 –  Crie conteúdo que valha a pena salvar

instagram

De todas as coisas que mostram envolvimento, como curtidas, comentários e compartilhamentos, há aquela que mais afeta a visibilidade de suas postagens. 

O pequeno sinal de marcador que você vê em cada postagem, significa que o usuário pode salvar a postagem para acessá-la facilmente mais tarde. 

Os salvos mostram que seu conteúdo é incrível e vale a pena ser descoberto. Por esse motivo, o algoritmo do Instagram leva em consideração o número de salvamentos em cada postagem para determinar se a foto ou o vídeo vai parar na seção de exploração da plataforma.

6 – Compartilhe o conteúdo de seus seguidores

Quando você está tentando construir uma comunidade, é importante fazer com que seus seguidores se sintam envolvidos com você. 

Uma das últimas maneiras de fazer isso é compartilhar o conteúdo que eles postam que se refere à sua conta. 

Por exemplo, você pode repassar o conteúdo de suas histórias ou pode repassá-lo em sua conta marcando o usuário. 

Ao fazer isso, a postagem parecerá mais uma conquista para o usuário e ele ficará mais próximo de você. 

No entanto, para essa estratégia, você precisa comprar seguidores no Instagram para aumentar sua comunidade rapidamente.

7 – Comunique-se por meio de DMs

Mais uma tendência que muitos influenciadores estão seguindo é promover seu conteúdo comunicando-se diretamente com seus seguidores. 

Por exemplo, você pode configurar campanhas automatizadas que enviarão um DM para seus seguidores assim que você postar seu novo conteúdo. 

Dessa forma, você está garantindo que eles sejam notificados sobre seu conteúdo, pois você não confia que eles verifiquem seu feed, aliás, muitas vezes o próprio Instagram não entrega os conteúdos.

Por isso essa é uma estratégia bem válida no Instagram em 2021.

8 – Crie um novo guia do Instagram

O Instagram Guides é outro novo recurso que vai chamar a atenção para a sua conta. Ao criar um Guia, você está atualizando seu conteúdo. 

Este novo recurso permite criar conteúdo na forma de um artigo para ajudar seus seguidores.

Os guias do Instagram já são um recurso favorito para todas as empresas na plataforma, pois lhes permite promover seus produtos e fornecer guias rápidos de como fazer, por isso está nas tendências do Instagram em 2021.

9 – Lance alguns filtrospersonalizados

Mais uma estratégia que você pode seguir para ganhar mais atenção no Instagram é criar filtros personalizados.

Não há como negar que esses filtros são divertidos e muitos usuários estão ansiosos para explorar cada nova opção que os mesmos possuem. 

Portanto, libere sua criatividade para produzir um filtro incrível que muitos usuários irão baixar e aumentar o alcance da sua conta.

Todas essas estratégias certamente levarão você ao sucesso em 2021.

Mesmo que o Instagram seja uma plataforma popular, você ainda pode usar esses truques para fazer sua conta se destacar.

 Se você quer uma forma garantida de sucesso, não hesite em usar essas dicas para o Instagram em 2021.

O que é curso de gestão financeira? Aprenda aqui!

curso gestão financeira

Você conhece o curso de gestão financeira? Ele é uma ótima opção para quem já atua na área ou sonha em trabalhar com administração de finanças. Note, aliás, que esse é um importante papel e que as responsabilidades profissionais são diversas.

Para isso, o curso oferece inúmeras disciplinas com foco na gestão das finanças. Durante ele o aluno aprende sobre investimentos, alocação de recursos e controle de caixa. Por isso, é bastante interessante e, saiba desde já, possui demanda no mercado.

Caso você tenha se interessado no curso de gestão financeira, não deixe de continuar lendo para conhecer mais sobre essa graduação. Abaixo estão informações sobre a faculdade, bem como sobre a possibilidade de especialização e os ramos que abarca.

Curso de gestão financeira: como é?

O curso de graduação em ensino superior em gestão financeira é do tipo tecnólogo. Portanto, ele tem tempo inferior aos cursos tradicionais, com apenas 02 anos de duração. Além disso, é possível cursá-lo tanto na categoria presencial quanto EAD (ensino à distância).

Ao longo do curso o aluno se depara com disciplinas bastante específicas para sua futura atuação profissional. Por outro lado, quem já está no mercado de trabalho pode colocar desde logo em prática os conceitos.

Vale lembrar que este curso de gestão financeira está nas grades de diversas instituições em todo o Brasil. Assim, as disciplinas variam de acordo com a universidade escolhida.

Contudo, todos eles se utilizam de disciplinas ligadas à contabilidade e à matemática. Além disso, há estudo de diversos tipos de gestões, como de projetos, finanças, micro e macro economia, orçamento empresarial e, é claro, noções administrativas.

Da mesma forma como existe uma graduação com curso específico de gestão financeira, vale destacar que essa área também existe na modalidade de especialização. Com isso, pessoas com formação em ensino superior podem se se tornar especialistas nela.

Vale à pena fazer curso de Gestão Financeira?

Sim, vale à pena. Primeiramente, o curso de natureza tecnólogo tem reconhecimento pelo Ministério da Educação (MEC). Por isso, o diploma nele enriquece o currículo do formando.

Igualmente, esse é um curso bastante completo para a atuação profissional. Para isso, ele dispensa algumas disciplinas teóricas dos cursos de graduação do tipo bacharelado e foca no dia a dia da gestão.

Com isso, quem já trabalha na área administrativa pode aplicar desde logo os conhecimentos das aulas na sua profissão. Da mesma maneira, essa é uma forma mais rápida de obter o diploma em ensino superior.

Conheça as atribuições de um gestor financeiro

São diversas as atribuições que um gestor com formação no curso de gestão financeira pode assumir. Na prática, então, suas atividades incluem as seguintes funções:

  • Análise de demonstrativos financeiros, contábeis e de giro de caixa;
  • Acompanhar os fluxos de caixa, faturamentos, pagamentos e recebimentos da instituição empresarial;
  • Emissão de notas fiscais e recolhimentos de impostos;
  • Promoção de auditorias internas para melhoria na aplicação de recursos e aumento do retorno financeiro;
  • Análise do mercado e desenvolvimento de estratégias financeiras.

Características de um gestor financeiro

Um gestor financeiro tem, ainda, algumas características de atuação que são cruciais para o seu dia a dia. Dentre elas estão a capacidade de comunicação com as equipes, bem como de liderança perante elas.

Da mesma maneira, quem se forma na faculdade de gestão financeira deve atuar com ética e responsabilidade social, bem como ter raciocínio lógico e estratégico que auxilie nas suas atividades.

A avaliação de riscos e sua capacidade de decisões são outros pontos indispensáveis na atuação do profissional de gestão financeira. Todas essas capacidades, contudo, têm desenvolvimento ao longo do curso de graduação, de forma que ele prepara devidamente os profissionais.

Quais são os cargos que um gestor financeiro pode assumir?

Assim como suas atribuições e capacidades são diversas, os cargos que o profissional com formação no curso de gestão financeira pode assumir são inúmeros. Isso, pois ele tem uma série de conhecimentos completos dentro das áreas de finanças.

Por exemplo, estão dentre os cargos que ele pode assumir os de analista. Dentro dele, então, são inúmeras as atuações. São elas a de análise financeira, de crédito, investimentos ou do próprio mercado financeiro.

Igualmente, existem as atribuições de orçamentista, bem como de gerente de finanças ou de contas. Outras possibilidades são a consultoria financeira ou a supervisão de operações dessa natureza.

Note, portanto, que o profissional com formação no curso de gestão de finanças encontra amplos espaços de atuação. E onde eles estão? Tanto nas empresas públicas quanto privadas.

Já a média salarial também é bastante atrativa. Isso porque ela é, em nível nacional, de R$ 5.465,22. Porém, varia de acordo com cada estado, bem como o cargo específico que o profissional assume.

Seja como for, o curso de gestão financeira é uma ótima oportunidade para obter o diploma em ensino superior e encontrar lugar no mercado de trabalho.

Se você gostou das dicas, fique por dentro do nosso blog que estamos publicando conteúdo frequentemente por aqui.

O que é Logística? Descubra todos os detalhes sobre o curso

logistica

Você sabe o que é logística? Pois saiba que todos os produtos que você compra dependem dos procedimentos que essa área envolve. Afinal, ela é essencial para que a distribuição de produtos seja feita com qualidade e dentro dos prazos.

Portanto, independentemente se a compra é feita pela internet ou presencialmente, a logística está presente. Ela compõe, inclusive, cursos técnicos e tecnólogos que formam o profissional para exercer suas atividades com qualidade.

Essa é, aliás, uma área cada vez mais promissora e que oferece inúmeras vagas e espaço no mercado de trabalho. Abaixo, então, confira os detalhes sobre os cursos de logística, suas matérias e como o profissional atua dentro do mercado.

O que é logística?

A logística realiza um importante papel nos processos produtivos e na cadeia de suprimentos. Isso, pois ela é responsável por garantir a distribuição correta da produção, bem como da destinação que ela recebe.

Assim, ela nada mais é do que uma especialidade que, por sua vez, compõe a administração de processos. Ela cuida da distribuição de produtos. Para isso, acompanha-os desde a sua origem até a sua entrega ao consumidor final.

Igualmente, o que é logística envolve o gerenciamento de estoques. Afinal, estes são essenciais para que garantam, então, o envio dos produtos para as distribuidoras ou para o consumidor final.

Ao mesmo tempo, a área também abarca o transporte desses produtos. Antes destes, aliás, trabalhava com o próprio fornecimento de matérias-primas que permitam a formação do produto e do estoque para, enfim, ir até o cliente.

Portanto, o que é logística se infiltra em diversos pontos da produção. Considere, por exemplo, o custo dos envios, os materiais necessários tanto para o envio quanto para a produção e criação de estoque e, também, toda a questão relacionada à entrega ao consumidor.

Isso demonstra, por si só, que essa é uma área bastante complexa e muito importante. Ela atua, afinal, na própria imagem que uma empresa constrói perante sua clientela. Um bom exemplo é o cumprimento de prazos e a entrega do produto em ótimo estado, sem qualquer avaria decorrente do transporte.

Como atuam os profissionais de logística?

Conforme vimos, são inúmeras as questões e atividades que o curso e os profissionais de logística assumem! A atuação, então, é tão diversa quanto, e por isso que essa é uma ótima opção de carreira para quem busca se profissionalizar.

Com o crescimento do comércio online os procedimentos do que é logística ganharam ainda mais relevância. Afinal, a internet aumentou a base de consumidores das empresas que não mais se limitam ao local em que se localizam.

Assim, como garantir que todos os clientes que têm acesso aos produtos irão recebê-los com qualidade? Como desenvolver estratégias de produção que acompanhem a demanda e, ainda, respeitem os prazos de entrega?

Tudo isso se inclui nas atividades e na atuação do profissional de logística. Portanto, dentre os principais locais em que eles atuam estão:

  • Transportadoras;
  • Portos e aeroportos;
  • Comércios de varejo e atacado;
  • Indústrias;
  • Distribuidora de produtos;
  • Importadoras e exportadoras.

Os cargos de exercício do que é logística, então, possuem grande variação também:

  • Coordenador;
  • Diretor de operações;
  • Encarregado de operações;
  • Diretor de suprimentos;
  • Gestor de produtos e processos.

Cursos de logística

Atualmente existem dois tipos de cursos de logística. Contudo, cabe lembrar que o que é logística também encontra estudo dentro do curso de graduação de Administração. Nesse caso, no entanto, o estudo é muito mais raso.

Então, em relação aos cursos específicos para logística, existe um de natureza técnica e, outro, tecnólogo. Enquanto o primeiro possui apenas 01 ano de duração, o segundo envolve 0 anos de estudos.

O curso tecnólogo, embora mais curto, também encontra menos aprofundamento nas matérias. Por outro lado, a certificação superior no curso tecnólogo apresenta um diploma mais robusto e maior espaço no mercado de trabalho.

Matérias que compõem o que é logística

A base curricular do curso de tecnólogo em logística é bastante ampla. Ela se baseia tanto na Administração quanto na Economia, Finanças e Gestão. Por isso, é bastante completo e conta com diversas disciplinas.

Dentre as matérias mais comuns estão:

  • Economia e comércio exterior;
  • Gestão de estoque de suprimentos;
  • Logística empresarial;
  • Pesquisa operacional;
  • Soluções logísticas de classe mundial;
  • Gestão de pessoas;
  • Impacto ambiental e logística reversa;
  • Funções da Administração;
  • Métodos numéricos aplicados à gestão;
  • Análise de custos;
  • Empreendedorismo;
  • Informática aplicada;
  • Recursos humanos.

Assim, pode-se concluir que o que é logística envolve, em verdade, diversas áreas e conhecimentos que se fazem indispensáveis para o controle de produção e distribuição de produtos.

Portanto, esse é um ótimo curso para quem tem interesse em administração, bem como nos processos produtivos e na distribuição de mercadorias. Não deixe de considerar, dessa maneira, esse curso como uma ótima oportunidade de carreira.

Dicas para focar mais estudando a distância

Já parou para pensar como as estruturas educacionais se transformaram nos últimos anos? Aparentemente tudo tinha se mantido de maneira bastante semelhante desde as eras medievais e das grandes navegações.

Com o advento da física moderna, o cálculo e outras descobertas científicas, foi possível definitivamente criar novas estruturas. Mas o processo de um professor, vários alunos e uma sala de aula parece ainda estar bem concretizado.

Realmente, quem esteve na educação básica no início dos anos 2000 talvez tenha encontrado os famosos retroprojetores, acompanhados de um quadro no máximo que aceitasse canetas Pilot.

Mas de fato a mudança só começou a acontecer de verdade com a popularização não só dos computadores, como também da internet. Através de uma boa qualidade de conexão e processamento, foi possível criar meios mais intuitivos de aprendizado.

Agora não só você poderia aprender a hora que quisesse, o que quisesse, e onde quisesse, mas também teria a oportunidade de interagir com o conteúdo. Você não precisava ficar gastando o seu tempo copiando no caderno o que era escrito com giz no quadro.

Realmente se tornou algo muito óbvio o quanto os métodos tradicionais eram rudimentares, e até mesmo ineficazes.

Por isso a tendência de cursos online realmente tem crescido muito, sendo que não há qualquer tipo de previsão para que eles se tornem algo irrelevante ou mesmo ultrapassado.

Mas por outro lado, a modalidade EaD, ou Ensino à Distância pode trazer seus inconvenientes também.

Como por exemplo a tentação de fazer qualquer outra coisa menos estudar. O foco é o grande desafio para aqueles que estudam de maneira mais livre. Afinal de contas você está acessando o conteúdo geralmente do mesmo dispositivo que você tem seu lazer.

Hoje vamos te ensinar a superar isso!

Como focar de maneira adequada estudando a distância?

Primeiramente é importante dizer que cada pessoa é única. Então os motivos que fazem alguém perder o foco podem também ser muito variados.

Às vezes é comum que uma pessoa seja naturalmente dedicada aos estudos, enquanto outras possuem dificuldade natural de concentração.

Por isso não só motivos, como também abordagens podem ser diferentes dependendo de quem está aprendendo.

Aqui estamos trazendo para vocês algumas possibilidades que podem realmente revolucionar todo o seu hábito de estudo. Mas em alguns casos uma intervenção profissional pode ser necessária e não há nada errado com isso.

Errado mesmo é não querer resolver seu problema. Vamos prosseguir?

1 – Defina um horário

Ter uma hora fixa para estudar acaba sendo extremamente importante para que você levante resultados de verdade. Quando não marcamos um horário para algo, estamos simplesmente dizendo que faremos aquela atividade quando não houver mais nenhuma outra ocupação.

Entretanto, isso é assumir a derrota sem ao menos tentar lutar. Por isso, recomendo plenamente que você faça o seu melhor para não cair em uma armadilha do tipo.

Não é necessário separar muitas horas, mas é importante lembrar que o tamanho do curso realmente irá influenciar na sua escolha.

Se seu foco é um curso de inglês online que está no nível básico, um exercício de estudo diário entre 30 minutos e 1 hora é mais do que suficiente.

Quem tem mais tempo disponível pode dedicar ainda mais à atividade. O que não pode acontecer é você simplesmente fazer o mínimo de esforço possível esperando que vá encontrar uma brecha durante o dia.

2 – Escolha um bom ambiente

Cursos online normalmente não vão exigir de você um horário fixo, nem ao menos um tempo máximo para graduação. Mas é importante notar que você não só tem que separar um horário, como também precisa ser um momento de qualidade.

Tentar estudar com muitas pessoas em volta de você conversando, ter um local com posição desconfortável, ou qualquer outra coisa do tipo, realmente não será uma boa ideia.

Sendo assim, eu recomendo plenamente que você utilize o seu tempo e concentração para encontrar um ambiente agradável de estudo. Que muitas vezes pode ser fora da sua casa.

Não é porque o curso é a distância que você precisa seguir o padrão de estudar sempre no mesmo lugar.

Às vezes um parque ou uma biblioteca podem ser locais realmente produtivos e interessantes.

3 – Tenha a motivação certa

Digamos que você tenha escolhido a opção de fazer um curso de cuidador de idosos. Realmente esta é uma opção que traz excelentes oportunidades de trabalho.

Mas para se garantir um estudo de qualidade real é necessário estar à vontade com o conteúdo. Deve se seguir uma ideia bastante fixa do que você deseja para o seu futuro.

É muito difícil estudar sobre algo que você não deseja para sua vida. Por isso acaba se tornando muitas vezes uma atividade tão problemática que você não absorve praticamente nada do que foi dito.

4 – Crie metas

O ensino à distância faz com que muitos se sintam bastante livres em vários aspectos. Não ter uma grade definida em prazos para se formar em algo realmente faz com que muitos não queiram prosseguir em direção nenhuma.

Por isso, a minha recomendação é que você se preocupe e não deixe que as coisas sejam levadas de qualquer jeito.

Crie um cronograma, não só de horário, mas também de datas para concluir o curso e estudar cada parte do conteúdo.

Realmente é uma motivação um tanto quanto desafiadora. Mas costuma trazer resultados muito interessantes para todos.

5 – Busque conhecimento prático

Você não tem como trazer o laboratório da sua faculdade até sua casa. Nem ao menos conseguirá ter como importar muitas coisas do seu curso de maneira presencial.

Mas o conhecimento prático é algo essencial para o aprendizado. Cursos de formação profissionalizante livre, realmente dão a pessoa a possibilidade de escolher de maneira muito mais aberta como irão implementar seus conhecimentos na prática.

Infelizmente muitos consideram isto como um passe livre para evitar esta etapa, o que não poderia ser mais errado.

Sendo assim, a nossa recomendação é sempre procurar ao menos um estágio na área, ou então dar um jeito de trazer a teoria até o seu dia a dia.

No mais é isso, qualquer dúvida é só nos chamar!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

seo

SEO x SEM: o que é e qual devo usar?

O marketing evoluiu e se desenvolveu muito nos últimos tempos e por conta dessa renovação e transformação muitos termos e técnicas começaram a vir à tona e serem usados no cotidiano de quem trabalha ou aprende sobre marketing. Nesse cenário, dois conceitos estão cada vez mais em alta, sendo discutidos: o SEO e SEM.

Essas palavras, quando entendidas, permitem que todo o sistema de vendas e divulgação das marcas, produtos e serviços cheguem em maiores estágios e alcancem o público-alvo pretendido, convertendo-os com mais qualidade.

No presente artigo abordaremos o que são cada uma das siglas, como elas se encaixam dentro do marketing, principalmente o marketing digital e algumas das estratégias que são usadas para cada método. 

O que é o SEO?

Hoje, uma das principais ferramentas do marketing é o conteúdo. Assim, é muito importante que esse material chegue até o interessado, que no caso é o cliente, de forma facilitada.

Com isso, além de qualidade no conteúdo e na forma, é necessário saber como o conteúdo sairá da produtora e irá encontrar o cliente quando este mais precisar. Uma das formas, voltadas para esse tipo de problema na internet, é o que chamamos de SEO.

O SEO é um acrônimo para a palavra em inglês Search Engine Optimization, ou em tradução livre para o português, “Otimização em motores de busca”.

De maneira simplificada, pode-se afirmar que o principal trabalho do SEO é fazer com que o conteúdo seja posicionado de forma mais otimizada em mecanismos de busca, principalmente o Google.

Lembre-se, esse posicionamento no SEO é feito de forma orgânica, portanto, faz com que seu conteúdo consiga estar nas melhores posições ao utilizar algumas estratégias no conteúdo e site, sem que seja necessário patrocinar o link.

O SEO é muito usado em materiais e conteúdos de texto, entretanto, a internet nada mais é que um ambiente de linhas de programação escritas. Assim, tudo o que possui tags e palavras-chaves bem definidas e aplicadas pode ser usado para que o conteúdo seja melhor posicionado.

Deste modo, o SEO pode ser, inclusive, usado em conteúdos de vídeos, desde que em sua descrição sejam aplicadas uma boa descrição que permita a localização pelo cliente no momento da busca, como o uso de uma boa palavra-chave para o tema abordado.

Para entendermos melhor a importância do SEO nas estratégias de marketing digital, abordaremos alguns fatos do setor.

Segundo pesquisas, cerca de 60% dos cliques dados em links que aparecem no Google estão nos três primeiros resultados encontrados. Isso faz com que a preocupação com o posicionamento seja adequada e eficiente, possibilitando uma maior localização e conversão.

Para que isso seja possível, o SEO usa palavras-chaves, repetições, palavras e frases que “impulsionam” dentro de um texto que permite que o algoritmo identifique que seu conteúdo corresponde ao que o cliente digita na barra de pesquisa e melhor responde a dúvida daquele usuário – por isso, o texto também precisa ser de qualidade e aprofundado.

Nesse ponto, cabe dizer que o próprio comportamento dos demais leitores também impactará no direcionamento do algoritmo para os sites. Assim, é preciso que a palavra-chave realmente corresponda ao tema abordado e atenda o usuário.

Assim, o profissional SEO deve pesquisar as palavras-chaves em alta para o seu nicho, procurando desenvolver conteúdos que fazem com que sejam mais procurados e visualizados, e assim sucessivamente.

Contudo, além do SEO, como pode ser visto, existe o SEM outra metodologia para localização dos conteúdos e que falaremos com mais detalhes no tópico abaixo.

O que é o SEM?

O SEM, assim como o SEO, é um acrônimo para a palavra em inglês, sendo ela o “Search Engine Marketing”, ou em uma tradução livre para o português “busca pelo motor do marketing” ou conhecido como PPC – pay-per-click, ou pago por clique. 

Ao contrário do SEO, o SEM usa as plataformas de publicidade de forma paga, ou seja, não usam estratégias para posicionar os links nos primeiros lugares dos mecanismos de busca, mas identifica as melhores palavras-chave para aquele nicho e a patrocina para que apareça na primeira página de buscas com aquele termo.

Por isso, não pense que a estratégia do SEM não é pensada, pois é preciso compreender o desejo do público e o objetivo que se deseja alcançar, podendo aplicar o SEO também em sua configuração. Contudo, sua principal forma de atuação é por meio dos anúncios pagos.

Geralmente, os profissionais do SEM trabalham por campanha, fazendo toda uma estratégia específica para escolha e aplicação de valores e palavras. 

Por conta disso, são bastante aplicadas em campanhas e ações pontuais, mas também podem estar presentes em outras estratégias de marketing.

Isso difere do SEO, que é uma estratégia contínua de posicionamento nos mecanismos de busca, visando médio e longo prazo. 

Alguns dos modelos de campanha que usam o SEM podem incluir:

  • Anúncios de textos;
  • Anúncios por e-mails patrocinados;
  • Anúncios em vídeo;
  • Anúncios por meio de banners digitais.

As técnicas do SEM costumam ser usadas para resultados mais rápidos, pois ao impulsionar uma publicação ou um conteúdo, esta chega de forma mais rápida aos clientes em potenciais.

Com isso, elas também conseguem ter melhores resultados, que podem ser integradas a outras campanhas.

Por exemplo, é possível que haja uma análise prévia sobre o disparo de e-mails sobre uma promoção específica em uma loja, visando alcançar antigos clientes ou pessoas que já tenham, pelo menos, montado um carrinho na loja.

Para isso, ferramentas como o CRM podem ser integradas às campanhas, identificando os contatos e interações dos clientes, encaminhando e-mails e publicidades mais assertivas para aqueles que já interagiram com a marca, ao invés de aguardar a procura por algum produto/serviço.

Independentemente do SEM ou do SEO serem aplicados, ambas as ferramentas são muito importantes para a melhora da visibilidade do site e para conferir um tráfego de qualidade nas redes, permitindo que os empreendedores saibam melhor quem é o seu público e quais estratégias são mais efetivas para encontrá-los e fidelizá-los.

Inclusive, há a possibilidade de veicular conteúdos e campanhas baseadas em ambas as estratégias de forma mútua, atraindo um grande volume de leads e os fidelizando a longo prazo por meio dos conteúdos, mantendo o ciclo de compra do cliente.

Por fim, é importante salientar que ambas as ferramentas precisam ser testadas e otimizadas de forma contínua para que os melhores resultados sejam alcançados e melhorias sejam feitas conforme mudanças de comportamento do usuário, objetivos da empresa ou mesmo otimização dos mecanismos de busca. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Top News Tech, site voltado para a veiculação de conteúdos ricos e relevantes para empresas de diversos nichos, bem como estratégias que contribuem para o desenvolvimento do negócio.

detetive

Mesmo em pandemia a procura por serviços de detetives virtuais não para

Com o crescente aumento de golpes na internet, está cada vez mais complicado rastrear e localizar as pessoas que os cometem. Isso se dá principalmente pela facilidade com que novas ferramentas são desenvolvidas no mercado negro de hackers, portanto, sendo bastante difícil encontrar um padrão nesses crimes. Muito provavelmente um usuário comum da internet jamais conseguirá rastrear uma pessoa que cometeu um crime contra ele por conta própria, haja vista as limitações em relação aos sistemas de informação da internet que o homem médio possui. 

Para isso, existe uma opção segura e que fará todo o trabalho de rastreamento e localização do criminoso, os famosos detetives virtuais. Esse profissional atuará da mesma forma que os detetives e peritos tradicionais atuam, a única diferença se dará na forma de persecução do criminoso, que será por meio de rastros digitais deixados por ele, rastros esses impossíveis de identificar por uma pessoa que não tenha formação na área de tecnologia da informação. 

Investigação virtual para localizar um devedor

As pesquisas virtuais são feitas a partir de dados ou rastros que deixamos na nossa navegação. Por exemplo, no momento em que entramos em um site, esse site salva nossa atividade nele, os links que clicamos, quanto tempo passamos nele e quais buscas realizamos. Todas essas informações ficam salvas numa base de dados ou como é conhecido popularmente, Database, que fica armazenado nos servidores do site. 

É por meio dessas migalhas que o caminho será traçado e toda a pesquisa virtual será concluída. Para isso, é de fundamental importância a contratação de um detetive para localizar um devedor. Ele será responsável por identificar esses passos e realizar a pesquisa minuciosa a fim de determinar o que a pessoa anda pesquisando e qual o objetivo da pesquisa. 

Muitas vezes a falta de um detetive particular virtual faz com que as pessoas realizem a pesquisa de maneira errônea, onde por vezes acabam até mesmo caindo em golpes de pessoas que se passam por detetives virtuais particulares, onde oferecem serviços virtuais de detetive, mas que na verdade não passa de golpe.

Como é feito uma investigação virtual é possível usar as redes sociais?

É totalmente possível realizar uma investigação virtual de alguém através das redes sociais. Essa é a função dos detetives virtuais particulares, cuja tarefa se dá por uma complexidade de atos que remontarão todas hipóteses pensadas por eles. Essa investigação levantará todas as informações necessárias para confirmar algo que o cliente desconfia ou pensa estar acontecendo. 

Geralmente, as pessoas acabam postando muito a respeito de suas vidas nas redes sociais, o que facilita bastante a investigação de suas vidas, uma vez que para todos os lugares que vão, sempre postam sua localização. Muitas vezes a falta de um detetive particular virtual faz com que as pessoas realizem a pesquisa de maneira errônea, onde por vezes acabam até mesmo caindo em golpes de pessoas que se passam por detetives virtuais particulares, onde oferecem serviços virtuais de detetive, mas que na verdade não passa de golpe. 

Por fim, vale mencionar que bastando criar um perfil fake em qualquer das redes sociais, é possível ter acesso a informações do perfil que se está buscando e até mesmo se passar por outra pessoa na hora da conversa para conseguir informações. Para isso, não há necessidade de se utilizar qualquer meio digital ou que possa driblar o sistema de internet, bastando apenas que o detetive virtual saiba conversar e convencer a pessoa a fazer aquilo que ele deseja se passando por outra pessoa

As provas servem para ser ajuizadas em processo?

Essa pergunta irá depender bastante do meio que foi utilizado para produzir essas provas. Caso tenham sido obtidas por meios lícitos, é totalmente possível sua utilização em processos. Já se as provas forem obtidas através de invasões de dispositivos ou qualquer meio fraudulento que venha a contaminar o processo, elas serão de imediato dispensadas.

Como é cobrado para levantar um endereço?

Geralmente não são cobrados preços fixos, mas sim, um valor de acordo com a complexidade exigida para desvendar o caso. Portanto, não há que se falar em um valor base na hora da realização das buscas. Isso será combinado com o detetive após o cliente explicar o caso concreto. Vale ressaltar que é necessário sempre buscar profissionais de qualidade, pois são informações pessoais e sensíveis que a pessoa estará disponibilizando a essas pessoas, o que irá favorecer a possibilidade de ter seus dados utilizados de má fé para realizar empréstimos e compras no mercado.

Conheça os procedimentos para um sorriso bonito

sorriso bonito

Fazer uma visita regular ao dentista e passar por procedimentos para um sorriso bonito é uma constante para aqueles que se preocupam com a saúde bucal e visam conquistar mais harmonia nesta região.

Um sorriso pode ser o motivo para um início de conversa entre duas pessoas e pode fazer parte do atendimento simpático em um estabelecimento comercial. 

Por isso cuidar da aparência dos dentes, além de fazer bem para a saúde, também faz parte do convívio social e impacta na autoestima e confiança.

As relações sociais são formadas a partir das características pessoais, de alguma forma. Uma postura corporal pode ser interpretada como uma abertura para o diálogo, por exemplo.

Os profissionais que atuam no ramo de vendas precisam estar bem apessoados, com vestimentas apropriadas e o sorriso no rosto é uma marca durável, que não escapa da memória coletiva.

Para se ter uma ideia da força que a imagem de um sorriso tem, no imaginário coletivo os apresentadores de TV esbanjam simpatia e alegria nos programas de auditório, e lá está o sorriso estampado no rosto, assim como em todos os participantes e na plateia. 

Não à toa, ainda hoje muitos relacionam um “sorriso perfeito” às capas de revista e influencers nas redes sociais.

No entanto, para ter um sorriso bonito, é preciso cuidar dos dentes de uma maneira rotineira. Algumas tarefas podem ser praticadas cotidianamente, favorecendo sua saúde e beleza, como:

  • Utilizar escova de dente corretamente;
  • Fazer uso do fio dental;
  • Passar um enxaguante bucal;
  • Seguir as dicas de especialistas.

Portanto, é preciso estar em contato com um dentista regularmente, para verificar como estão as condições dos dentes e de toda a via oral, pois ela é importante para a saúde do corpo. 

Vale lembrar que toda alimentação que dá força e energia para o corpo passa pela boca, local em que os alimentos sólidos são triturados pelos dentes e o sabor é percebido pela papila gustativa.

Correção pode ser necessária de maneira pontual

A arcada dentária, assim como a digital dos dedos, é única e pessoal. Essa exclusividade determina as características de uma pessoa, o meio como sorri, se alimenta e respira, bem como suas necessidades específicas ao buscar tratamentos.

Em casos específicos pode ser necessário uma correção que dispensa o uso de aparelho ortodôntico. É o caso do diastema, os dentes da frente que são separados por um pedaço da gengiva.

Para que a correção seja realizada sem o uso de aparelhos, os profissionais que atuam na área da odontologia trabalham com a lente de contato dental, uma resina milimétrica que é aplicada na região.

Caso o diastema esteja presente por toda a arcada dentária, pode ser indicado a aplicação de um aparelho ortodôntico e, se necessário, a aplicação de uma lente após todo o tratamento, para empregar um acabamento fino.

Tecnologia ajuda no alinhamento dos dentes

As pessoas que usam chupeta durante a infância podem precisar de uma correção mais contundente na fase da adolescência, ou quando chegam à maturidade.

Para garantir um sorriso bonito, dentistas estão indicando o uso do aparelho dental invisivel, um acessório que é produzido a partir do molde de toda a via oral do paciente.

Com um scanner moderno, é possível verificar toda a área da boca de quem vai receber o tratamento, com as dimensões corretas do palato, da língua, da gengiva superior e inferior, além dos dentes.

Assim, o tratamento pode ser feito de maneira personalizada e exclusiva, fazendo com que a estrutura se acomode de melhor forma na cavidade.

A aplicação do aparelho invisivel é indicada conforme as condições da arcada dentária, sendo um tratamento muito efetivo e atendendo casos semelhantes aos aparelhos fixos.

Esse tipo de aparelho é móvel, o que facilita o dia a dia do paciente, podendo remover quando chega a hora da higienização dos dentes e do equipamento. 

O modelo móvel pode ser usado a partir do momento que os dentes permanentes estiverem compondo a mordida e o fixo próximo aos 11 anos.

Dentes brancos com tratamento adequado

O uso de lentes sobre os dentes naturais ou mesmo aplicação de aparelhos para correção ortodôntica podem influenciar sobre o esmalte que cobre a superfície dental. 

Dessa forma, em determinados momentos da vida, mesmo após a profilaxia pode ser necessário fazer um clareamento dental para que o sorriso fique atraente e brilhante, na medida certa.

Apesar do mercado oferecer produtos que prometem recuperar o brilho e atuar no fortalecimento dos dentes, o mais indicado é procurar a ajuda de um profissional e fazer todo o tratamento sob a responsabilidade do odontologista.

Dentro de uma clínica odontológica, os produtos que são aplicados possuem aprovação junto ao conselho de odontologia e ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), assim como da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Os equipamentos são utilizados de maneira adequada, por um profissional gabaritado. 

Por isso, não importa quanto custa um clareamento dental, desde que seja realizado de maneira apropriada, garantindo um sorriso brilhante e de forma segura.

Para realizar o clareamento, no entanto, é preciso que o paciente tenha ao menos 15 anos, tendo a estrutura da arcada formada. Por esse motivo, estimular o cuidado de higienização durante toda a vida é crucial para a qualidade da dentição.

É preciso valorizar o sorriso de todas as formas. Para os papais e mamães, ver o filho sorrindo é um motivo de alegria em saber que a felicidade está estampada no rosto de uma forma tão natural.

Assim, para contribuir com esses momentos, a visita ao consultório dentário deve ser estimulada desde pequeno, para que as pessoas tenham os dentes saudáveis e possam sorrir com segurança, esbanjando beleza e alegria por onde passarem.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos ricos sobre os cuidados com a saúde física e mental.