Categoria: Dicas

7 benefícios de usar maquiagem

Uma das dúvidas mais comuns que recebemos aqui no Oficial Toque de Conselhos é: Devo usar maquiagem? Quando se trata de usar maquiagem, os benefícios vão além da aparência. Acredite ou não, usar maquiagem pode ajudá-la a transformar sua vida de maneira que você nem imaginava. Em estudos recentes, a combinação perfeita de maquiagem tem sido um fator que contribui para o sucesso das mulheres em todo o mundo.

Se você está pensando em usar maquiagem, provavelmente está interessado nos benefícios que a maquiagem pode trazer. Se sim, continue lendo. Abaixo, reunimos tudo o que você precisa saber sobre os benefícios em um curso de maquiagem online.

Você está pronta? Vamos começar!

A maquiagem cosmética existe há 7.000 anos e deixou uma marca em todas as sociedades. Uma das primeiras aplicações de maquiagem foi em 10.000 aC no Egito. Durante esse período, homens e mulheres usaram pomadas cosméticas para limpar a pele e encobrir os odores corporais. Os egípcios também usaram um delineador conhecido como Kohl para proteger os olhos do brilho do sol e dos riscos à saúde. 

Ao longo dos anos, os cosméticos de maquiagem evoluíram para uma ferramenta radiante de beleza e confiança. Segundo Huffingtonpost, 44% de todas as mulheres usam maquiagem. E não para por aí. “Segundo a revista Atlantic, as mulheres que usam maquiagem ganham mais e são tratadas melhor”. A Atlantic Magazine também afirma que “a média das mulheres gastará US $ 15.000,00 com essas coisas em sua vida”. Em outras palavras, os cosméticos de maquiagem desempenham um papel importante na rotina diária das mulheres. 

Então, o que obriga as mulheres a investir seu tempo e dinheiro em seus cabelos e maquiagem? Vamos dar uma olhada.

1) Os Cosméticos de beleza maquiagem são verdadeiros potenciadores de confiança

Se você é como a maioria das pessoas que pode apreciar uma reforma impecável, talvez já tenha experimentado isso. No entanto, acredite ou não, contratar um maquiador também pode ajudá-lo a fazer coisas que você nunca imaginou serem possíveis.

De acordo com a Harvard Medical School e a Universidade de Chieti dos Estados Unidos na Itália, a aplicação de maquiagem pode levar a efeitos colaterais psicológicos conhecidos como “efeito de batom”. Em suma, o efeito do batom é um fenômeno psicológico conhecido no qual o uso de maquiagem pode aumentar a confiança dos indivíduos, fazendo-os se sentirem mais atraentes fisicamente, aumentando os sentimentos de autoestima, atitude e personalidade.

Doravante, essa confiança também pode aumentar suas habilidades cognitivas. Em estudos recentes, as mulheres provaram mostrar maior produtividade ao usar maquiagem do que as mulheres que não usam maquiagem. Parece interessante certo? Se sim, continue lendo.

2) Maquiagem pode ajudar a proteger sua pele

Outro benefício que a maquiagem cosmética oferece é que ajuda a proteger sua pele. De acordo com o Dr. Philip Artemi, do Australasian College of Dermatologist, “como sua mistura única de ingredientes SPF, pigmentos e refletores de radiação solar, cosméticos funcionais e coloridos podem ser uma parte vital do arsenal antienvelhecimento e de prevenção de câncer de pele de uma mulher”. “Ele chega ao ponto de apontar que produtos cosméticos para maquiagem podem ajudar a prevenir o câncer de pele”. Em suma, usar maquiagem também pode desempenhar um papel benéfico em sua saúde geral.

3) Usar maquiagem pode ser terapeutico

Além dos benefícios para a saúde de usar maquiagem, visitar seu maquiador local pode ser uma ótima maneira de você tirar um tempo para si mesmo. No mundo de hoje, a maioria das pessoas nunca tira um tempo para si. É um bom motivo para você meditar enquanto é maquiada. 

4) A maquiagem pode ajuda-la a melhorar suas fotos

Os produtos de maquiagem para a pele podem fazer você parecer perfeita. Está certo! Com o maquiador certo ao seu lado, suas fotos ficarão perfeitas. Embora isso seja ótimo para selfies do dia a dia, ter a aparência de maquiagem perfeita pode transformar a maneira como você olha para o seu casamento, baile ou na TV. Sem mencionar no mundo de hoje, uma imagem diz um milhão de palavras.

5) A maquiagem pode ajudar a limpar a pele

Como todos sabem, a remoção de maquiagem requer um tratamento de limpeza profunda. Este tratamento pode ajudá-la a remover o excesso de óleo ou impurezas nos poros da pele. Ao mesmo tempo, limpar a pele diariamente pode ajudar a manter uma pele saudável e brilhante.

6) A maquiagem pode ajudar a sustentar a juventude

Um dos maiores benefícios de usar maquiagem é que ajuda você a parecer mais jovem. Maquiagem pode ajudá-la a esconder rugas, manchas de envelhecimento e outras coisinhas. Com o toque certo do maquiador, você nunca terá que se preocupar com a exibição da sua idade. De fato, você parecerá mais jovem do que nunca.

7) Usar maquiagem é uma experiência emocionante

Por último, mas não menos importante, usar maquiagem é uma ótima maneira de ajudá-lo a se expressar. Quer você esteja procurando um visual glamoroso, artístico ou rebelde, sua maquiagem diz tudo. E encontrar o melhor maquiador para você nem sempre precisa ser um negócio. Pode ser uma ótima maneira de você explorar qual aparência fica melhor para você. Você pode experimentar todos os tipos de novas paletas, fundações, desenhos de sobrancelhas e cores.

Cozinhas pequenas e Decoradas

cozinha pequena e decorada

A cozinha da casa, depois da sala, é sem dúvida o lugar que você mais passa tempo, e com muitas possibilidades de decoração, seja ela pequena ou ainda uma cozinha com espaço de sobra.

O importante na hora de planejar a sua cozinha ou qualquer outra parte, mesmo que seja a Fachada da sua Casa , é ter cuidado aos móveis e aos tamanhos dos mesmos. Uma boa opção, são as cozinhas e móveis planejados, que poupam espaço e se encaixam perfeitamente as suas necessidades.

Leia também: 5 Razões para sonhar alto.

Veja abaixo algumas ideias simples para sua cozinha

Em cozinhas pequenas, principalmente em apartamentos, quando menos itens você colocar na sua cozinha melhor, foque no necessário e a mantenha simples com móveis bem posicionados.

A escolha de um piso de porcelanato que combine com os móveis também é uma escolha inteligente.

Usar adesivos pode ser uma solução simples e barata para deixar a sua cozinha com uma decoração bem bonita e delicada.

É importante ter em mente como você vai querer a sua cozinha, casso esteja construindo a sua casa. Você deve considerar todos os detalhes desde o projeto ou planta da sua casa, tendo em mente o que deseja.

Cozinha com móveis escuros também são uma excelente opção, diferentemente do que muitos pensam.

Como você pode ver, na falta de espaço você pode unir com a sua cozinha a área de serviço.

O modelo acima é o exemplo perfeito que mesmo com muito pouco espaço, é possível fazer milagres na hora de decorar a sua cozinha.

Mesa para dois

Muitas vezes uma pequena mesa é muito melhor que uma mesa gigante, um estilo sensacional para casais que estão começando sua vida juntos e querem fazer jantares especiais para os dois.

Estilo rustico

Para você que gosta de um estilo mais rustico, é incrível como madeira e cores clássica podem ficar muito charmosas juntas, colocar um jardim vertical em uma das vigas de madeira pode deixar ainda mais lindo.

Tijolos na parede

Tijolos na cor preta como plano de fundo da sua cozinha são maravilhosos.

Sem armários

Esse estilo tem como intenção retirar todos os armários e colocar prateleiras no lugar dos mesmos, deixando aquela louça linda que você ganhou no seu chá de bebê ou no seu casamento a mostra.

Com balcão

O balcão funciona muito bem para você que quer um estilo mais despojado e quer combinar cômodos como cozinha e sala de jantar juntas, o que é o caso de muitos apartamentos.

Dicas para educar crianças mais obedientes

dicas para educar suas crianças

Você precisa frequentemente chamar a atenção do seu filho para que ele te obedeça e está em busca de dicas para educar crianças mais obedientes? Será que brinquedos educativos funcionam? E o que é necessário fazer para que eles sigam regras?

Se você está passando por isso e está com essas dúvidas não se sinta mal por isso, a mesma coisa acontece com outros pais.

Quem tem filho sabe como às vezes é difícil fazer com que eles respeitem certas regras quando ainda são pequenos.

Com isso, os pais se sentem como se estivessem fazendo repreensões durante todo o dia.

Além de não querer seguir as regras, crianças também desejam satisfazer suas vontades a todo o momento, mas esse tipo de comportamento não deve ser incentivado ou ignorado.

Pensando nisso, separamos algumas dicas que poderão te ajudar a educar seu filho de forma mais obediente. Confira!

Principais dicas para educar crianças

Antes de tudo, precisamos dizer que as crianças só começam a internalizar as regras propostas pelos adultos por volta de 2 a 3 anos de idade.

No entanto, não existe uma idade exata para que uma criança comece a apresentar comportamentos desobedientes.

Confortar os pais e as regras que eles estabelecem já pode começar muito antes dessa faixa etária e nesse momento é importante aplicar dicas para educar a criança.

Veja algumas dicas que separamos:

Utilize brinquedos educativos

De acordo com especialistas, brinquedos e brincadeiras ajudam no desenvolvimento de crianças.

Hoje, é possível encontrar diversas opções de brinquedos educativos disponíveis no mercado, que são classificados para diferentes tipos de faixa etária.

Além de promoverem o desenvolvimento da criança, como as habilidades motoras, os brinquedos com foco educativo são muito importantes para tornar uma criança mais obediente.

Isso porque com alguns deles as crianças precisam seguir regras para conseguir chegar ao objetivo final.

Além disso, os pais podem participar da brincadeira junto com os filhos, os educando e desenvolvendo outros comportamentos, como a obediência.

Utilize palavras positivas

Seu filho precisa se sentir incentivado para coisas boas. Sabe aquela história de que o filho tirou 9 e o pai disse que ele tinha que ter tirado 10? Esse tipo de fala não ajuda a criança.

Em vez disso, é importante que os pais digam que ele é inteligente e que na próxima vez, se ele se esforçar mais, conseguirá uma nota melhor, uma boa opção é incentivar a leitura para seu filho dês de novo.

Quando a criança erra, precisamos ter muito cuidado no momento de corrigir seu “erro”.

Se ela quebrar algo sem querer e os pais falarem que ela é desastrada e quebra tudo, eles não estarão apoiando que ela seja menos desajeitada e sim reforçando uma palavra negativa. Na cabeça da criança, ela estará aceitando o que os pais estão dizendo, ou seja, que ela é realmente desastrada e logo vai começar a pensar que não sabe fazer nada direito.

As palavras dos pais tem muito peso para os filhos. Então, use palavras positivas para torná-los mais obedientes.

Seja o melhor amigo do seu filho

Muitas crianças possuem dificuldade em contar como estão se sentindo para os pais, mas isso pode ser trabalhado. É importante que os pais estejam abertos a ouvir e aconselhar os filhos, sem criticar ou magoar, para não perder a confiança deles.

Vale deixar claro que escutar e tentar compreender seu filho não quer dizer que você deve concordar com a situação. Pelo contrário. Quando você escuta e não crítica, uma relação de confiança é criada e a criança estará mais aberta a saber o que você tem a dizer.

Conquistando a confiança do seu filho você estará mostrando que ele pode confiar em você e não importa o que ele faça, poderá contar com você.

Dê bons exemplos para seus filhos

Não existe nada pior no desenvolvimento de uma criança do que pais que não dão bons exemplos. Claro, os pais não são perfeitos e irão cometer erros, afinal são pessoas. Porém, é muito importante ter cuidado para não cobrar algo que você mesmo não faz. 

Como uma criança vai entender que ela deve ser educada e ter paciência com outras pessoas, se você costuma provocar brigas no trânsito ou até mesmo dentro de casa? 

Como falamos, é claro que você irá errar e ter alguns deslizes, mas evite o máximo possível que isso aconteça. Mas, se acontecer, você pode conversar com seu filho para que ele sempre te sinalize quando você errar. Isso é um ato de coragem e humildade dos pais, que que desperta a admiração das crianças. 

A importância dos pais para educar as crianças 

Os pais são as inspirações para as crianças. Isso quer dizer que é extremamente importante que eles estejam dispostos a educá-las para que sejam mais obedientes. 

Crianças estão passando por uma fase de desenvolvimento e aprendizagem, ou seja, elas precisam de apoio e direcionamento para saber o que é certo ou errado, e os pais têm um papel fundamental nisso. 

Cada pessoa possui sua essência, com personalidades, temperamentos e dons diferentes. Portanto, é importante que os pais cumpram a missão de compreender seus filhos para que consigam torná-los mais obedientes e, consequentemente, boas pessoas na vida adulta. 

Dicas para escolher um bom plano de saúde

plano de saúde de qualidade

Quando se trata de escolher um bom plano de saúde, há muitas coisas a verificar. De fato, essa escolha pode ser extremamente difícil, também porque é um produto que está se tornando cada vez mais popular. Então, o que você deve considerar ao escolher um plano de saúde?

Ter um bom plano de saúde é essencial. Afinal, nunca se sabe quando precisaremos recorrer à assistência médica.

Assim sendo, como ter acesso a um plano de saúde que ofereça todas as condições de atendimentos necessárias? Qual é a melhor forma de contratar? Quais são as dificuldades?

Leia também: Aposentadoria especial: Descubra as Regras da Previdência Social

O que considerar ao escolher um plano de saúde?

A coisa mais difícil ao escolher um plano de saúde, de fato, são as próprias barreiras impostas pelas operadoras de planos. A maior parte dos bons planos de assistência médica dificultam a adesão individual, privilegiando apenas os plano de saúde empresarial, assinados através de entidades.

Se você não é filiado a uma entidade de classe que tenha convênio com qualquer plano de saúde, a melhor forma para que você tenha acesso a um plano coletivo será, sem dúvidas, através de um corretor de seguros.

Alguns fatores devem ser considerados na hora de escolher um bom plano de saúde. Sobretudo porque o que torna uma assistência médica realmente útil são as suas próprias necessidades, e as necessidades dos seus eventuais dependentes.

1 – Personalize sua escolha

Antes de tudo, por mais trivial que pareça, você deve se perguntar do que precisa, pois assim, existe a possibilidade de personalizar sua escolha.

Um plano de saúde pode ser eficaz para uma pessoa, mas não para outra. Então, as primeiras avaliações a serem feitas são:

  • Quais riscos são tomados diariamente, com base no tipo de trabalho que você realiza
  • Se o escritório fica na casa ou se você viajar muitos quilômetros por dia no carro
  • Se o ambiente em que você mora está mais sujeito a riscos ambientais, etc.

Dito isto, com o contrato de plano de saúde proposto em mãos, é necessário entender alguns itens importantes que dizem respeito à possível compensação.

2 – Compare os tipos de planos de saúde

Você encontrará uma diversidade de planos enquanto faz sua escolha. O tipo que você escolher ajudará a determinar seus custos diretos e quais médicos você pode consultar.

Ao comparar planos, procure um resumo dos benefícios. Procure saber a lista os médicos e clínicas que participam da rede do plano.

Ao comparar planos diferentes, coloque as necessidades médicas de sua família à frente da escolha. Veja a quantidade e o tipo de tratamento que você recebeu no passado. Embora seja impossível prever todas as despesas médicas, conhecer as tendências pode ajudá-lo a tomar uma decisão.

3 – Escolha um plano de saúde adequado à sua idade

As companhias de seguros sempre impõem limites de idade para cada valor de plano.

4 – Considere serviços adicionais

Em alguns casos, um plano pode oferecer mais do que apenas cobertura dos custos incorridos para o tratamento, mas também pode fornecer outros serviços. Um exemplo é a cobertura legal em caso de danos sofridos por tratamentos médicos incorretos ou negligentes. Pergunte a si mesmo quais você pode precisar e quais você não precisa.

5 – Procure saber o que o plano não irá cobrir

Você não deve esquecer que mesmo o melhor plano de saúde não cobrirá todas as suas despesas relacionadas à saúde. De fato, as políticas geralmente não cobrem:

  • Despesas com o tratamento de problemas médicos pré-existentes no momento da contratação.
  • Despesas devido ao abuso de álcool, drogas e psicotrópicos no momento da contratação
  • Despesas odontológicas, salvo indicação
  • Despesas com intervenções estéticas
  • Abortos voluntários

6 – Rede credenciada

A primeira coisa que você deve analisar é a rede credenciada dos planos de saúde disponíveis na sua área. Nesse sentido, é importante ver se os médicos que normalmente lhe atende (se houver algum de sua predileção) aceitam esse ou aquele convênio médico.

Do mesmo modo, é importante ver qual é o convênio com a cobertura mais ampla de hospitais, tanto para emergências, quanto para internações eletivas, na cidade onde você mora ou nas cidades para onde você costumeiramente se desloca, caso viaje com frequência.

O melhor plano de saúde, portanto, será o que, além de ser atendido por mais médicos de sua predileção, abarque o maior número de hospitais de referência para as suas necessidades.

7 – Carências e limitações

Todo plano de saúde tem um período mínimo para o acesso a determinados procedimentos. Às vezes, certas cirurgias eletivas ou tratamentos, como quimioterapia, só podem ser utilizados depois de 6 meses, a depender da assistência médica.

Por isso, avalie, conforme a necessidade e o seu histórico pré-existente de doenças (e dos seus dependentes, caso você pretenda incluir alguém no seu plano) qual é o que oferece as melhores condições em caso de urgência. Os planos não costumam a flexibilizar as carências.

8 – Preços e valores reajustados

Depois de considerar os dois outros fatores, como rede credenciada, cobertura de área e carências, é importante que você considere se o preço comparado é justo e adequado.

Do mesmo modo, é bom pesquisar quais são os valores médios de reajuste do plano ao longo do tempo.

Com muita atenção às dicas, faça uma pesquisa extensa, comparando todos os fatores. Contate, se possível, mais de um corretor. Deste modo, você poderá escolher um bom plano de saúde!

Tipos de pisos para cada ambiente: saiba qual escolher para uma oficina

pisos

Empreendedores que possuem ponto físicos para atendimento do cliente, precisam ter atenção a diversos detalhes, principalmente no que diz respeito a estrutura do espaço. Mas quando falamos em mercado de automóveis, qual é o tipo de piso ideal para uma oficina?

Essa dúvida é comum porque existem diversas opções de pisos disponíveis no mercado e muitas delas parecem atender a necessidade de uma oficina. No entanto, é muito importante conhecer as opções para escolher a que melhor atende às necessidades dos funcionários e dos clientes.

É fundamental que o dono da oficina ofereça aos seus clientes um ambiente organizado e limpo, além de muito bem equipado, confortável e seguro para os seus funcionários para garantir uma boa entrega de serviços.

Você quer montar uma oficina mecânica ou já tem a sua e quer reformá-la, mas não sabe qual tipo de piso escolher? Confira algumas opções que separamos e faça uma análise de qual pode ser ideal para o seu negócio!

Tipos de pisos mais comuns em oficinas

Antes de você saber quais são as opções de pisos mais comuns em oficinas, temos uma pergunta para te fazer. Você gostaria de fazer compras em um supermercado desorganizado, sujo, com produtos e prateleiras empoeiradas, piso desgastado e paredes mal pintadas?

Com certeza não! Então, por qual motivo um motorista deveria levar o seu carro para fazer uma avaliação ou concerto e alteração de peças automotivas em um ambiente desse jeito?

Isso significa que não é somente o tipo de piso ideal que você deve buscar para o seu negócio, mas também ter atenção a toda a estrutura para oferecer a melhor experiência possível para os seus clientes e funcionários.

Confira a seguir as opções de tipos de pisos mais utilizados em oficinas:

Piso Epóxi

Esse tipo de piso costuma ser o mais utilizar em oficinas automotivas por vários motivos. Em primeiro lugar, o epóxi é um material impermeável e muito resistente, além de não ser escorregadio, o que é muito importante em uma oficina, pois pode conter óleo no chão e assim evitar possíveis acidentes. Ele é um piso revestido com uma tinta à base de plástico, que endurece quando se é misturado com outros agentes químicos.

Outra característica do piso epóxi e a sua alta durabilidade, além da resistência a sujeira, sendo a opção ideal para oficinas. Ele também pode ser aplicado de forma lisa ou antiderrapante e em diferentes cores e também é muito prático de se limpar, pois não acumula muita sujeira.

Piso de concreto

Este piso também é uma alternativa muito procurada por donos de oficinas mecânicas principalmente por ser uma opção muito econômica. Ele também pode ser aplicado como contrapiso, ou seja, para posteriormente receber outro piso por cima.

Outra forma de aplicá-lo é com acabamento liso, conhecido como cimento queimado. Neste caso, assim como o piso epóxi, o piso de concreto também oferece a vantagem de ser muito prático de se limpar.

Dependendo da necessidade e objetivo do empreendedor, esse tipo de piso pode realmente ser ideal para a sua oficina.

Piso cerâmico emborrachado

Essa opção é procurada por não produzir barulho e também não ser escorregadio. No entanto, é necessário lembrar que a limpeza desse tipo de piso pode ser um pouco mais trabalhosa do que a de um piso liso, como o piso epóxi e o piso de concreto queimado.

O piso cerâmico emborrachado pode ser executado em placas emborrachadas, ou com pode ser uma pintura emborrachada sobre algum outro tipo de piso.

Cuidados importantes no momento de escolher piso para oficina mecânica

Agora que você já sabe quais tipos de piso são mais utilizados para decoração em oficinas mecânicas, é muito importante que você pesquisa mais e entenda qual é a melhor opção para o seu negócio. Se tiver dúvidas, converse com profissionais para saber mais sobre valores, cuidados e aplicação.

Mas além disso, também tenha muita atenção no momento da aplicação do piso. Ele precisa ser nivelado para evitar acidentes e também precisa ser pintado e muito bem sinalizado, para também proporcionar segurança para funcionários e clientes. Também não se esqueça de pensar no escoamento da água, com canaletas e ralos.

Lembre-se sempre que o piso da sua oficina vai muito além da parte estética, logo, escolha uma opção que realmente seja vantajosa para o seu negócio! 

Livros parecidos com como eu era antes de você

livros parecidos com como eu era antes de você

O livro como eu era antes de você foi um sucesso no Brasil, e milhares de pessoas estão buscando por livros semelhantes, aí vem a grande pergunta livros parecidos com como eu era antes de você, afinal, o livro foi um total sucesso.

Nesse artigo iremos falar alguns livros parecidos com como eu era antes de você, então fica ligado até o final para não perder as dicas dos livros.

Leitura importante: Conheça as 5 principais razões para sonhar alto

Resumo do livro como eu era antes de você

Para quem ainda não conhece o livro como eu era antes de você, farei uma breve descrição dele agora, aos 26 anos de idade, Louisa Clark não tem muitas ambições.

Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame.

Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.

Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico.

Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento.

E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Na verdade, essa é a descrição do incrível livro como eu era antes de você.

Livros parecidos com como eu era antes de você

Veja alguns livros parecidos com como eu era antes de voce:

  • Depois de você
  • A Garota que você deixou para trás
  • Ainda sou eu

Esses três livros com certeza são os que tem maior semelhança ao livro como eu era antes de você, esse livros pode ser encontrado facilmente no site da Saraiva, recomendo muito pois de fato são livros incríveis e que são muito parecidos com como eu era antes de você.

Breve descrição do livro Depois de você

O livro depois de você é um livro de grande semelhança ao livro como eu era antes de você, conheça um pouco sobre ele.

Quando uma história termina, outra tem que começar.

Com mais de 5 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo, Como eu era antes de você conta a história do relacionamento entre Will Traynor e Louisa Clark, cujo fim trágico deixou de coração apertado os milhares de fãs da autora Jojo Moyes.

Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will.

Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço.

O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.

Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto.

Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam.

Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Espero que gostem dos livros parecidos com como eu era antes de você, recomenda a leitura pois são incríveis livros.

5 Razões para sonhar alto

5 razões para sonhar alto

“Não permita que um pensamento entre em sua mente sobre onde você está hoje, quando você está decidindo para onde você está indo.”

Anotei a citação acima de mais de uma década atrás em uma conferência de negócios. Não sei a quem é originalmente atribuída, mas tenho pensado nisso muitas vezes ao longo dos últimos anos. Em algum momento, todos nos perguntamos: “para onde vou?”

Por momentos, encontrei-me em situações de carreira maravilhosas e, obviamente, era muito no meu futuro. Afinal de contas, é fácil ver os anos à frente através de uma lente otimista quando você está pedrado. No entanto, outras vezes eu me encontrei em uma encruzilhada, diante de uma decisão de mudar papéis, empresas ou até mesmo indústrias. Na verdade, até tive de recomeçar completamente mais do que uma vez. Nesses cruzamentos críticos, é mais fácil ser conservador ou cauteloso ou até mesmo irritado sobre o futuro de alguém. O truque é não ser.

Aqui estão cinco razões pelas quais você não deve deixar a sua situação atual e ambiente impacto sua visão para o futuro.

1. Limitar-se é uma forma segura de não atingir o seu potencial

Se você não está onde você quer estar profissionalmente ou pessoalmente, a tentação de diminuir a ambição de sua vida é forte. Na verdade, outros podem aconselhá-lo a ser conservador com seus sonhos para amenizar o golpe caso você falhe. Ao definir grandes metas não garante que você vai alcançá-los, não defini-los vai quase garantir que você não. historicamente, aqueles que mais alcançaram são aqueles que se propuseram a fazer coisas enormes contra todas as probabilidades, lógica e probabilidade.

2. Toda a gente precisa de algo que agite a sua alma, especialmente os melhores artistas

Quando foi a última vez que algo que procuravas realizar te deu arrepios ou arrepios? Quando encontramos a nossa verdadeira visão, há magia por trás dela. Ele irá ajudá-lo a navegar o caminho para chegar lá e poder através dos obstáculos mais difíceis. Ainda assim, esta visão tem que ser tão emocionante para você pessoalmente que nada menos será aceitável. Um objetivo sensato ou prático não o levará lá. Como Victor Hugo disse: Cada homem deve enquadrar a vida para que em alguma hora futura, fato e seu sonho se encontrem.”

3. Não é relevante

Onde você está hoje pouco tem a ver com o que acontece avançando. Algumas pessoas permitem que suas posições atuais dominem seus pensamentos sobre o avanço futuro. Infelizmente, é pouco provável que consigam tudo o que quiserem.

Aqueles que fazem grandes coisas acontecem ao aceitar onde estão hoje, mas ao mesmo tempo recusam-se a deixar que isso os Limite. Eles percebem que têm muito mais controle sobre seus destinos do que isso. Eles param de se concentrar no que não têm e despejam a sua energia no que querem.

4. Entenda o poder do momento e como ele pode funcionar para você

A chave para vencer os maiores obstáculos é dissecá-los em desafios menores. O carro desportivo mais rápido do mundo não vai instantaneamente de 0 a 100 milhas por hora. Primeiro, passa de uma paragem completa para 1 mph. À medida que aumenta a velocidade, a aceleração torna-se mais fácil — o motor está quente, o pedal a gás pressionado, e o impulso para a frente está do seu lado.

Algumas pessoas são assustadas por uma meta esticada, porque parece tão distante. Mantenha os olhos no premio, mas concentre a sua atenção diária em fechar a lacuna apenas um pouco. O poder do momento engaja – os primeiros passos tornam-se saltos, saltos e depois pula.

5. Pensar e apontar grandes força você a ser mais criativo, Trabalhar mais e desenvolver um viés para a ação

As pessoas que atingem os maiores objetivos são muitas vezes as pessoas de quem menos suspeitamos. Superficialmente, no papel, eles não têm o currículo perfeito, mas o perseguidor sabe que eles entregam o seu melhor absoluto todos os dias. Esta auto-pressão positiva gera crescimento. Objetivos medíocres nunca trazem a grandeza.

Nenhum objetivo é muito grande ou desafiador Se você tem a determinação de colocar no trabalho. A tua próxima jogada ou ambição pode parecer louca para todos, mas não importa. Nunca deixes que o que estás a fazer hoje te limite. Acredita em ti e podes fazer tudo acontecer.

4 etapas para obter o desenvolvimento de liderança correto

desenvolvimento de liderança

Os programas de desenvolvimento de liderança é tipicamente difícil de rastrear porque as empresas não têm muitas métricas para continuar.

Mas um programa de desenvolvimento eficaz precisa ser rastreado. Para isso, as empresas precisam começar por determinar seus objetivos para o programa.

Estes objetivos têm de ser específicos. “Melhorar a liderança” não chega. Aqui estão algumas estratégias para ajudar as empresas a aprimorar seus objetivos e encontrar o propósito por trás de seus programas de desenvolvimento de liderança.

1. Como o programa vai promover a missão da empresa?

A pergunta mais simples a fazer antes de iniciar um programa de desenvolvimento de liderança é por que a empresa precisa dele? Talvez seja para aumentar o engajamento, melhorar as relações no local de trabalho ou construir equipes mais eficazes.

Seja qual for a razão, ela deve se relacionar de volta à missão da empresa e metas globais.

Por exemplo, melhores relações podem conduzir a um melhor serviço ao cliente, a um melhor trabalho em equipa e a ideias novas e inovadoras.

É aqui que o programa deve começar, mas muitas empresas estão perdendo esta oportunidade.

Na verdade, 61% dos funcionários norte-americanos entrevistados em 2015 disseram que não sabem a missão de sua empresa.

Antes de lançar qualquer programa de desenvolvimento de liderança, leve tempo para pensar sobre a missão da empresa e como o programa irá promovê-lo.

Pense em que estratégias de liderança e habilidades o programa deve se concentrar para se conectar com a missão e fazer avançar os objetivos da empresa.

2. Que competências precisam de ser melhoradas?

Uma grande liderança não é uma qualidade por si só. As habilidades individuais formam grandes líderes.

Então não é suficiente dizer que um programa de desenvolvimento de liderança vai melhorar a liderança em geral.

Ele precisa ser específico em que habilidades o programa vai se concentrar, comportamentos que irão incorporar essas habilidades e como os funcionários vão melhorar.

Comece com as avaliações de competências para determinar em que os funcionários devem concentrar-se e em que o desenvolvimento deve visar.

Dessa forma, o progresso em diferentes competências pode ser rastreado, e as empresas podem ver o impacto real do programa de desenvolvimento.

3. Como o programa vai avançar carreiras de funcionários?

Pensar em como o desenvolvimento de liderança vai afetar a organização é apenas metade da equação.

Como isso vai afetar os funcionários? Como serão os líderes e como eles irão se apresentar após o desenvolvimento? Como é que isso vai fazer avançar as suas carreiras?

O desenvolvimento de liderança não é apenas uma atividade agradável. Deve ter um impacto significativo nos trabalhadores e nas suas carreiras.

Afinal de contas, um estudo de 665 organizações globais conduzido pelo Instituto para a produtividade corporativa descobriu que as organizações de alto desempenho pesquisadas tinham mais do dobro da probabilidade de priorizar o movimento de talento, enquanto as organizações de baixo desempenho tinham 2,5 vezes mais probabilidade de dizer que o movimento de talento não importa.

Para conectar melhor os programas de desenvolvimento de liderança e aprender como abrir uma pequena empresa à mobilidade de talentos, ter funcionários definir seus próprios objetivos individuais antes de iniciar o programa.

Em seguida, acompanhar o progresso de seus objetivos ao longo e após o treinamento.

O programa realmente moveu os funcionários para mais perto de seus objetivos?

4. Como o desenvolvimento de liderança vai impactar os funcionários?

O desenvolvimento de liderança não afeta apenas aqueles que participam do programa.

Tem o potencial de impactar todos na organização.

Com melhores líderes, os funcionários são mais engajados, mais felizes, mais produtivos e são mais propensos a ficar por perto.

Na verdade, 50% dos funcionários entrevistados em 2015 disseram que deixaram um emprego para se afastarem de um gerente em algum momento de sua carreira.

Além disso, o mesmo estudo descobriu que os gerentes representam pelo menos 70 por cento da variação nas pontuações de engajamento dos empregados em todas as unidades de negócios.

Uma melhor liderança resultará numa melhor gestão de talentos, mas como? Que impacto deve o desenvolvimento ter sobre os trabalhadores? Será que a organização quer ver a retenção melhorada? Mais referências? Empregados mais produtivos?

Antes de iniciar o desenvolvimento de liderança, determinar o efeito que o programa deve ter sobre os funcionários.

Dessa forma, a organização pode rastrear as métricas que realmente importam.