Conheça os procedimentos para um sorriso bonito

Conheça os procedimentos para um sorriso bonito

sorriso bonito

Fazer uma visita regular ao dentista e passar por procedimentos para um sorriso bonito é uma constante para aqueles que se preocupam com a saúde bucal e visam conquistar mais harmonia nesta região.

Um sorriso pode ser o motivo para um início de conversa entre duas pessoas e pode fazer parte do atendimento simpático em um estabelecimento comercial. 

Por isso cuidar da aparência dos dentes, além de fazer bem para a saúde, também faz parte do convívio social e impacta na autoestima e confiança.

As relações sociais são formadas a partir das características pessoais, de alguma forma. Uma postura corporal pode ser interpretada como uma abertura para o diálogo, por exemplo.

Os profissionais que atuam no ramo de vendas precisam estar bem apessoados, com vestimentas apropriadas e o sorriso no rosto é uma marca durável, que não escapa da memória coletiva.

Para se ter uma ideia da força que a imagem de um sorriso tem, no imaginário coletivo os apresentadores de TV esbanjam simpatia e alegria nos programas de auditório, e lá está o sorriso estampado no rosto, assim como em todos os participantes e na plateia. 

Não à toa, ainda hoje muitos relacionam um “sorriso perfeito” às capas de revista e influencers nas redes sociais.

No entanto, para ter um sorriso bonito, é preciso cuidar dos dentes de uma maneira rotineira. Algumas tarefas podem ser praticadas cotidianamente, favorecendo sua saúde e beleza, como:

  • Utilizar escova de dente corretamente;
  • Fazer uso do fio dental;
  • Passar um enxaguante bucal;
  • Seguir as dicas de especialistas.

Portanto, é preciso estar em contato com um dentista regularmente, para verificar como estão as condições dos dentes e de toda a via oral, pois ela é importante para a saúde do corpo. 

Vale lembrar que toda alimentação que dá força e energia para o corpo passa pela boca, local em que os alimentos sólidos são triturados pelos dentes e o sabor é percebido pela papila gustativa.

Correção pode ser necessária de maneira pontual

A arcada dentária, assim como a digital dos dedos, é única e pessoal. Essa exclusividade determina as características de uma pessoa, o meio como sorri, se alimenta e respira, bem como suas necessidades específicas ao buscar tratamentos.

Em casos específicos pode ser necessário uma correção que dispensa o uso de aparelho ortodôntico. É o caso do diastema, os dentes da frente que são separados por um pedaço da gengiva.

Para que a correção seja realizada sem o uso de aparelhos, os profissionais que atuam na área da odontologia trabalham com a lente de contato dental, uma resina milimétrica que é aplicada na região.

Caso o diastema esteja presente por toda a arcada dentária, pode ser indicado a aplicação de um aparelho ortodôntico e, se necessário, a aplicação de uma lente após todo o tratamento, para empregar um acabamento fino.

Tecnologia ajuda no alinhamento dos dentes

As pessoas que usam chupeta durante a infância podem precisar de uma correção mais contundente na fase da adolescência, ou quando chegam à maturidade.

Para garantir um sorriso bonito, dentistas estão indicando o uso do aparelho dental invisivel, um acessório que é produzido a partir do molde de toda a via oral do paciente.

Com um scanner moderno, é possível verificar toda a área da boca de quem vai receber o tratamento, com as dimensões corretas do palato, da língua, da gengiva superior e inferior, além dos dentes.

Assim, o tratamento pode ser feito de maneira personalizada e exclusiva, fazendo com que a estrutura se acomode de melhor forma na cavidade.

A aplicação do aparelho invisivel é indicada conforme as condições da arcada dentária, sendo um tratamento muito efetivo e atendendo casos semelhantes aos aparelhos fixos.

Esse tipo de aparelho é móvel, o que facilita o dia a dia do paciente, podendo remover quando chega a hora da higienização dos dentes e do equipamento. 

O modelo móvel pode ser usado a partir do momento que os dentes permanentes estiverem compondo a mordida e o fixo próximo aos 11 anos.

Dentes brancos com tratamento adequado

O uso de lentes sobre os dentes naturais ou mesmo aplicação de aparelhos para correção ortodôntica podem influenciar sobre o esmalte que cobre a superfície dental. 

Dessa forma, em determinados momentos da vida, mesmo após a profilaxia pode ser necessário fazer um clareamento dental para que o sorriso fique atraente e brilhante, na medida certa.

Apesar do mercado oferecer produtos que prometem recuperar o brilho e atuar no fortalecimento dos dentes, o mais indicado é procurar a ajuda de um profissional e fazer todo o tratamento sob a responsabilidade do odontologista.

Dentro de uma clínica odontológica, os produtos que são aplicados possuem aprovação junto ao conselho de odontologia e ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), assim como da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Os equipamentos são utilizados de maneira adequada, por um profissional gabaritado. 

Por isso, não importa quanto custa um clareamento dental, desde que seja realizado de maneira apropriada, garantindo um sorriso brilhante e de forma segura.

Para realizar o clareamento, no entanto, é preciso que o paciente tenha ao menos 15 anos, tendo a estrutura da arcada formada. Por esse motivo, estimular o cuidado de higienização durante toda a vida é crucial para a qualidade da dentição.

É preciso valorizar o sorriso de todas as formas. Para os papais e mamães, ver o filho sorrindo é um motivo de alegria em saber que a felicidade está estampada no rosto de uma forma tão natural.

Assim, para contribuir com esses momentos, a visita ao consultório dentário deve ser estimulada desde pequeno, para que as pessoas tenham os dentes saudáveis e possam sorrir com segurança, esbanjando beleza e alegria por onde passarem.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações, dicas e conteúdos ricos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Deixe uma resposta